Boletim eletrônico Nº 638  Ano XIII - 7 a 13 de abril de 2017.

institutobrasileirodemuseus

www.museus.gov.br

---

Força-tarefa do Ibram realiza inventário do Museu Casa da Princesa

17637136_1585038011523936_4915655647570667030_o

Durante toda esta semana, uma força-tarefa integrada por dez servidores do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) das áreas de Museologia, História, Artes, Arquivologia e Biblioteconomia – originários de Brasília, Espírito Santo, Maranhão, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo – esteve mobilizada para importante missão no Museu Casa da Princesa, em Pilar de Goiás (GO).

O objetivo do trabalho coletivo foi inventariar todo o acervo da instituição, vinculada ao Ibram, e identificar o estado de conservação dos bens culturais sob sua guarda. O trabalho é parte de um plano de requalificação do museu, que teve obra de restauro concluída recentemente e ganhará novo projeto expográfico e programas de acervo, exposições e segurança.

Inaugurado em 1981, o Museu Casa da Princesa – também conhecido como Casa Setecentista – funciona numa antiga moradia senhorial exemplar da arquitetura civil colonial brasileira. Seu acervo é composto por cerca de 1,2 mil itens, que incluem documentos históricos, fotografias, mobiliário, utensílios sacros, domésticos, de trabalho (engenho, mineração e tear) e também instrumentos de tortura utilizados nos casarões de fazendas goianas dos séculos XVIII, XIX e XX.

O trabalho de inventário foi iniciado na manhã da última segunda-feira (3) e tomou quatro dias completos. Os servidores mobilizados deixaram Pilar de Goiás na manhã desta sexta-feira (7) e já retornam a seus locais de origem.

“O inventário é um importante instrumento de identificação dos bens culturais musealizados, essencial para a gestão de seu acervo”, explica a museóloga Luciana Palmeira, da Coordenação de Acervo Museológico (CAMUS) do Ibram. “É uma etapa primordial para a preservação e a comunicação do acervo deste museu, realizada num grande esforço compartilhado desta equipe”.

---

Projeto abriu Museu da República à noite para educação de jovens e adultos

IMG-20170403-WA0036

A ideia surgiu no final de 2013 por ocasião da exposição “Trabalho, Luta e Cidadania: 70 Anos da CLT”, quando o setor educativo do Museu da República, no Rio de Janeiro (RJ), decidiu criar projeto específico, abordando o conteúdo daquela mostra, voltado a alunos do Projeto de Educação de Jovens e Adultos (PEJA) da prefeitura carioca.

“Educação e Trabalho: Uma Ação de Cidadania”, que num primeiro momento foi oferecido a estudantes de uma escola vizinha ao museu, o CIEP Tancredo Neves, mereceu o reconhecimento do V Prêmio Iberoamericano de Educação e Museus 2014 – no qual foi agraciado com o primeiro lugar, recebendo prêmio no valor de US$ 10 mil.

A partir de ideia de uma professora do PEJA, que é também museóloga, o recurso foi investido no desenvolvimento de um projeto mais ambicioso. “PEJA: Uma lacuna no Museu” foi concebido na busca de uma aproximação maior entre educadores de museus e professores do projeto, abrindo as portas do museu, entre junho e novembro de 2015, a uma formação de 180 estudantes para além de seu currículo estrito.

Para configurar-se em espaço educacional para alunos que durante o dia são trabalhadores – empregadas domésticas, faxineiros, taxistas, porteiros, vendedores ambulantes, entre outros – o Museu da República precisou também ir além de seu horário de funcionamento convencional, garantindo, uma vez por mês, abertura a este público no único momento em que lhe é possível visitar um museu: à noite.

Os alunos envolvidos foram preparados para atuar como mediadores de conteúdos culturais expostos nos espaços dos museus, construindo com seus colegas conhecimentos e experiências de modo partilhado. O processo incluiu visitas mediadas com os alunos participantes, rodas de conversa no museu e em duas escolas envolvidas, além de aprendizado sobre como produzir uma exposição.

Seminário - Os primeiros resultados deste projeto pioneiro, que faz do Museu da República um dos poucos museus brasileiros a abrir suas portas à noite, foram apresentados e discutidos no seminário “PEJA: Uma lacuna no Museu”, que a instituição sediou na última sexta-feira (31) e reuniu 142 professores e educadores de museus.

“Ao final do encontro, os professores participantes se manifestaram positivamente sobre a ação do Museu da República”, disse a diretora do museu, Magaly Cabral. “Eles explicitaram que seria muito interessante que outros museus abrissem à noite para receber esses alunos cujas oportunidades de atividades culturais são muito poucas”.

---

Ibram abre seleções para arquitetura, design e diagramação

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), em parceria com a Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), lançou esta semana quatro editais para contratação de consultorias na modalidade produto.

São dois editais voltados a profissionais com formação profissional na área de Arquitetura e Urbanismo, com o objetivo de desenvolver metodologia de apoio à gestão de obras em museus da rede Ibram e orientar sua conservação preventiva.

Outros dois editais destinam-se à contratação de profissional especializado para design de produtos inspirados em acervos museológicos; e elaboração de projetos gráficos e diagramação de publicações (guias, manuais e livros) para versão impressa e digital.

Confira todos os editais abertos na página do Ibram.

---

Ibram lança kit de divulgação da Semana de Museus para os participantes

Cartaz_Final_SemanaMuseus2017

Está disponível na página do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) um conjunto de peças de divulgação para a 15ª Semana de Museus.

Criadas para que as instituições culturais participantes da temporada cultural possam realizar a comunicação de suas atividades, o kit digital é formado por cartaz, selos comemorativos, flyers, spot para rádio, vídeo promocional e até um Twibbon – filtro temático para as fotos de perfil nas redes sociais. Acesse o kit da 15ª Semana de Museus.

Em 2016, pesquisa do Ibram mostrou que no período da Semana de Museus a frequência de público nas instituições participantes chega a aumentar 79% em comparação a semana anterior – o que reforça o papel da comunicação.

Entre os dias 15 e 21 de maio, 3.079 eventos estão programados para acontecer em todo o Brasil. Com o tema Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus, a edição 2017 da temporada cultural, que celebra o Dia Internacional de Museus (18 de maio), contará com programações em 1.070 museus e instituições de memória localizadas em 485 cidades de 26 estados.

O Ibram trabalha atualmente na produção do Guia de Programação da 15ª Semana de Museus – que estará disponível em formato digital em meados de abril.

---

Vote na sua imagem preferida para ser a identidade visual do 7º FNM

7Forum_VotacaoPopular

Até o dia 13 de abril, qualquer pessoa pode votar pela internet para definir a imagem para a identidade visual do 7º Fórum Nacional de Museus (FNM).

Promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o Fórum Nacional de Museus está programado para acontecer entre os dias 30 de maio e 4 de junho em Porto Alegre (RS).

De uma vista de Porto Alegre no século XIX a pinturas de Iberê Camargo (1914-1994), as cinco imagens pertencem ao Memorial da Câmara Municipal de Porto Alegre, ao Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo e à Fundação Iberê Camargo. Acesse a página do FNM e vote.

Apenas uma imagem poderá ser votada. A escolhida poderá ser adaptada às necessidades das peças que integram a identidade visual do evento.

O Fórum Nacional de Museus reúne os diversos atores da área de museus do Brasil. Palestras, oficinas, grupos de trabalho, debates, entre outras atividades, compõem a programação. Saiba mais.

A cada edição, uma cidade brasileira é escolhida para sediar o FNM. Esta será a segunda vez que a região Sul recebe o evento.

 

---

Exposições brasileiras figuram entre as mais visitadas do mundo em 2016

OTriunfodaCor_Imagem-Destacada

A revista britânica especializada The Art Newspaper divulgou em sua edição de abril os resultados de seu tradicional ranking anual de visitação a exposições, de alcance internacional.

Mais uma vez, a lista traz exposições brasileiras entre as mais visitadas do mundo no período pesquisado: foram exibidas no Brasil quatro das 10 exposições mais visitadas do mundo em 2016, sendo que exposições brasileiras ocupam as três primeiras colocações da lista.

As três exposições mais visitadas do globo no ano passado, de acordo com a publicação, foram realizadas pela filial do Centro Cultural Banco do Brasil no Rio de Janeiro (RJ). “O triunfo da cor: O pós-impressionismo”, que trouxe ao Brasil 75 obra do Musée d’Orsay e do Musée de l’Orangerie, na França, encabeça a lista, com público de 749.679 visitantes (9.700 por dia). Foram exibidas obras de artistas como Van Gogh, Gauguin, Toulouse-Lautrec, Cézanne, Seurat e Matisse.

“ComCiência – Patricia Piccinini”, com obras da artista australiana que trouxeram a questão das mutações genéticas para o território da arte, aparece em segundo lugar na lista, com 444.425 visitantes. Também realizada pelo CCBB Rio de Janeiro, “Castelo RÁ-TIM-BUM: A Exposição” figura como terceira exposição mais vista no mundo em 2016, com 38.205 visitantes. As três exposições citadas tiveram entrada gratuita. Leia mais.

Foto: Quadro do pintor francês Paul Gauguin exibido na exposição “O triunfo da cor: O pós-impressionismo”, a mais visitada do mundo em 2016.

Formulário de Visitação Anual

Até o próximo dia 28, o Formulário de Visitação Anual (FVA) 2016 continua aberto para que museus de todo o Brasil enviem ao Ibram seus dados de visitação do ano passado. O FVA é um instrumento exclusivamente online e está disponível para preenchimento aqui.

---

Registro Memória do Mundo do Brasil 2017 recebe candidaturas

MoWBrasil2016_29_Arquivo_Circo_Garcia_f8

O Comitê Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo da Unesco recebe inscrições de candidaturas de acervos documentais do país à inscrição no Registro Memória do Mundo do Brasil, para o ano de 2017. As candidaturas deverão ser enviadas até o dia 31 de julho de 2017 para o e-mail candidaturamowbrasil@arquivonacional.gov.br. As informações estão disponíveis aqui.

Serão selecionados de zero (0) a dez (10) documentos ou conjuntos documentais, obras ou coleções, de natureza arquivística e/ou bibliográfica, tanto textuais (manuscritos ou impressos), quanto audiovisuais (filmes, vídeos e registros sonoros), iconográficos (fotografias, gravuras e desenhos) ou cartográficos, custodiados em território nacional e de relevância para a memória coletiva da sociedade brasileira.

O resultado do Edital será divulgado em http://mow.arquivonacional.gov.br/ em 9 de outubro de 2017. Os acervos selecionados constarão de Portaria do Ministério da Cultura publicada em DOU e seus custodiadores receberão os certificados de nomeação e a logomarca que os identifica como acervos “Memória do Mundo da UNESCO”, a nível nacional, em cerimônia no dia 7 de dezembro de 2017, no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro.

O Comitê Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo da UNESCO – MoWBrasil, atendendo às Diretrizes do Programa, tem por objetivo promover a proteção especial de acervos documentais de interesse nacional, assim como estimular a sua preservação e acesso. Saiba mais aqui.

 

Agenda

Teatro no Museu: ‘Histórias de Flavinha’

O quê: Conduzida pelo contador Luciano Góis e sonoplastia de Paulinho Araújo e Humberto Barretto, a boneca convida o público a participar da narrativa, apresentando uma sequência de contos populares, despertando a imaginação e a sensibilidade de crianças e adultos.
Quando: Dia 08 de março, às 16h.
Onde: Museu da Gente Sergipana (Av. Ivo do Prado, 398 – Centro | Aracaju – SE)
Informações: (79) 3218-1551 | http://www.museudagentesergipana.com.br/

---

'Camisa Branca - transgredindo o tempo'

O quê: A exposição apresenta os resultados do Projeto Experimental, trabalho acadêmico que faz parte do projeto pedagógico da 3ª série do curso de Design de Moda da UEL. O projeto teve início em agosto de 2016 e foi a primeira vez que foi desenvolvido em um formato de exposição.
Quando: De 06 a 30 de abril.
Onde: Museu Histórico de Londrina (Rua Benjamin Constant, 900 – Centro | Londrina – PR)
Informações: (43) 3323-0082 | http://www.uel.br/museu/

---

'Cozinhando com a Ciência'

O quê: Com entrada gratuita, o oficina pretende falar sobre ciência no mais popular dos laboratórios: a cozinha. Em um clima informal, crianças e adultos prepararam juntos diferentes receitas, ao mesmo tempo em que conhecem conceitos de biologia, química e física.
Quando: 8 de abril, sábado, às 15h.
Onde: Museu de Astronomia e Ciências Afins - Mast (Rua General Bruce, 586 - São Cristóvão | Rio de Janeiro – RJ)
Informações: (21) 3514-5229 | http://www.mast.br/programacao.html

 

Cursos e oficinas

Economia criativa e os museus

O quê: A finalidade do curso, ministrado por Mariana Várzea, é apresentar os conceitos de economia da cultura e empreendedorismo na área de museus, mapear políticas públicas de cultura que propiciem desenvolvimento cultural sustentável por meio do fortalecimento da cadeia produtiva dos museus, estudar casos, métodos, planos e projetos de economia criativa em museus e o turismo cultural  no Brasil e no Mundo.
Quando: Dias 24, 25 e 26 de abril, das 18h30 às 21h30.
Onde: Sede do COREM 2ª. Região (Rua Álvaro Alvim 48/ sala 403, Centro | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: https://corem2r.wordpress.com/2017/04/05/curso-economia-criativa-e-os-museus/

---

Seminário Internacional Arte Popular e História da Arte

O quê: Seminário coordenado por Cristina Freire, docente do MAC USP. O evento propõe a análise da arte popular enquanto categoria estética, objeto de estudo e concepção historiográfica, assim como avalia sua importância na teoria e seus desdobramentos na história da arte atualmente. Tem como objetivo contribuir para a análise da história e da crítica da Arte Popular no contexto da América Latina, em especial do Chile. São 15 vagas e o custo é de R$50,00. As inscrições podem ser feitas por e-mail ou presencialmente, na Secretária Acadêmica do Museu.
Quando: De 25 a 27 de abril, das 14h às 17h.
Onde: MAC USP (Av. Pedro Alvares Cabral nº 1301, Ibirapuera - São Paulo/SP)
Informações: ou (11) 3091-3559 | cursomac@usp.com.br