Boletim eletrônico Nº 654 - Ano XIII - 28 de julho a 4 de agosto de 2017

institutobrasileirodemuseus

www.museus.gov.br

---

Ibram divulga identidade visual da 11ª Primavera dos Museus

Cartaz da Primavera dos Museus 2017 (clique para ampliar)

Nesta semana, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) divulgou a identidade visual da Primavera dos Museus 2017 – que acontece em todo o Brasil entre os dias 18 e 24 de setembro.

A imagem traz em destaque o Museu das Bandeiras, que fica em Goiás (GO). “Utilizamos a imagem de um dos museus vinculados ao Ibram em dois tempos diferentes de sua trajetória”, explica Ana Lourdes Costa, coordenadora de Promoção e Gestão da Imagem Institucional.

Na imagem, o prédio que abriga o museu desde 1949, alvo de obras de revitalização há poucos anos, se conecta a sua história por meio de uma foto tirada na década de 1930, quando o prédio era ainda cadeia pública.

A construção da Casa de Câmara e Cadeia se deu no século XVIII na então sede da Capitania de Goiás.

“A ideia é mostrar que a memória não é só pretérita, que referencia o passado, mas que ela é dinâmica porque a acessamos no presente”, conclui a coordenadora do Ibram.

Nos próximos dias, o Ibram também publicará um texto de referência sobre o tema “Museus e suas memórias”, que guia as atividades nesta edição da Primavera dos Museus. Um kit com peças digitais de divulgação também ficará à disposição dos participantes, assim como o guia com toda a programação.

Inscrições abertas
Até 14 de agosto, museus, instituições de memória e centros culturais interessados em participar da 11ª Primavera dos Museus devem acessar a página de Eventos Ibram e cadastrar online suas atividades. A programação é de inteira responsabilidade das instituições participantes.

Outras informações podem ser obtidas pelo endereço eletrônico primavera@museus.gov.br.

 

---

MCBC adquire retrato histórico de Benjamin Constant

benjamin_decio_vilares

O Museu Casa de Benjamin Constant (MCBC), vinculado ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), adquiriu, durante leilão realizado no Rio de Janeiro (RJ) na última segunda-feira (24), a pintura “Retrato de Benjamin Constant”, de autoria do pintor, escultor e desenhista Décio Rodrigues Villares (1851-1931).

Datado de 1890 e com dimensões de 30 x 20 cm, o óleo sobre tela retrata o militar, engenheiro, professor e político que é considerado um dos fundadores de nossa república. O quadro será incorporado ao acervo do MCBC, que abriga pinturas, fotografias, esculturas, mobiliário, indumentária, medalhas, objetos pessoais, livros e documentos relacionados aos diversos aspectos da vida privada e pública do estadista.

A obra foi adquirida utilizando o direito de preferência previsto pela Lei 11.904/09, que instituiu o Estatuto de Museus. Pela lei, as instituições que integram o Sistema Brasileiro de Museus gozam de preferência em caso de venda judicial ou leilão de bens culturais.

“O valor do pequeno óleo de Villares não reside nos aspectos estéticos, mas nos autorais e documentais”, explica o historiador Marcos Felipe de Brum Lopes Villares, do Museu Casa de Benjamin Constant. “É o maior retratista de Benjamin Constant e, junto com Eduardo de Sá, o maior artista positivista do país. Além disso, o óleo documenta o processo de construção da imagem de Benjamin como herói e fundador da República”, completa o pesquisador.

O museu – O Museu Casa de Benjamin Constant passa, desde janeiro deste ano, por um amplo conjunto de obras de restauração da casa onde residiu Benjamin Constant e de seu entorno. A intervenção inclui recuperação de coberturas das edificações que compõem o conjunto arquitetônico da antiga chácara, revisão de esquadrias e de pisos, além de nivelamento de seu pátio central. A previsão é de que o restauro seja concluído no prazo de um ano, quando o MCBC será reaberto à visitação pública.

---

Editada resolução sobre Programa de Regularização de Débitos junto ao Ibram

O Instituto Brasileiro de Museus editou, esta semana, a Resolução Normativa nº 01, de 25 de julho de 2017, que regulamenta o Programa de Regularização de Débitos não Tributários junto à Autarquia (PRD). A medida foi publicada no Diário Oficial da União.

O PRD é uma oportunidade especial para que aqueles que tenham débitos pendentes com o Ibram, os quitem. As hipóteses mais comuns abarcadas pelo PRD são: a) créditos decorrentes de multas e penalizações contratuais; b) inexecução do objeto ou mesmo a não aprovação da prestação de contas de convênios ou outros ajustes de parceria; c) ressarcimento ao erário, inclusive aqueles oriundos de acórdãos do Tribunal de Contas da União – TCU e d) valores percebidos indevidamente por servidores.

O Programa foi instituído pela Medida Provisória 780/17 e abrange a quitação dos débitos de pessoas físicas (PF) ou jurídicas (PJ), inclusive, os que são objeto de parcelamentos anteriores rescindidos ou ativos ou em discussão administrativa ou judicial.

Poderão ser quitados os débitos com o Ibram vencidos até 31 de março de 2017.  Ao aderir ao PRD, o interessado/devedor terá, como opções de escolha, quatro modalidades para liquidar os débitos existentes. Continue lendo.

 

---

Ibram encaminha moções do 7º Fórum Nacional de Museus

7FNM_Logo_1024X1024

A cada edição, os participantes do Fórum Nacional de Museus (FNM) podem apresentar moções, isto é, proposições relacionadas ao campo museal.

Se aprovadas, durante a Plenária Final, são então consideradas moções do FNM e, posteriormente, encaminhadas pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) aos respectivos destinatários.

No 7º FNM, que teve lugar entre 30 de maio e 4 de junho em Porto Alegre (RS), foram apresentadas e aprovadas dez moções. Na última semana, o Ibram finalizou os encaminhamentos relacionados a essas moções.

Os temas foram os mais diversos: criação e ampliação de políticas públicas, realização de parcerias, apoio financeiro e institucional para museus, realização de eventos e mesmo criação de redes.

As moções relacionadas a instituições municipais ou estaduais foram encaminhadas para prefeitos e governadores, assim como as que tocam à esfera federal foram enviadas a áreas técnica do Ibram, Ministério da Cultura (MinC) e Casa Civil da Presidência da República.

As moções e os respectivos encaminhamentos estão disponíveis para acesso em formato PDF.

Mais informações podem ser obtidas pelo endereço eletrônico fnm@museus.gov.br. Visite o blogue do Fórum Nacional de Museus.

---

Ibermuseus recebe inscrições para bolsas de capacitação

O Programa Ibermuseus está com inscrições abertas para interessados em concorrer às Bolsas Ibermuseus de Capacitação 2017. Com esta ação, o Programa pretende promover a qualificação profissional das equipes de museus, além de estimular a circulação do conhecimento e facilitar o intercâmbio de conteúdos, experiências, práticas e conceitos entre os países da Comunidade Ibero-americana.

Este ano, pela primeira vez a seleção apresenta duas categorias às quais os profissionais poderão se candidatar: a) Categoria I – apoio à capacitação profissional em atividades de curta duração, tais como jornadas, cursos, oficinas, seminários, conferências e afins, realizadas ou apoiadas por instituições governamentais responsáveis pelas políticas públicas para os museus; b) Categoria II – apoio à realização de residências profissionais em instituições museais públicas ou mistas para o desenvolvimento de projetos de investigação relacionados a áreas específicas da museologia, intercâmbio de experiências e de boas práticas.

As áreas elegíveis para aplicar as bolsas – em qualquer das categorias – devem estar relacionadas ao campo de museus. As Bolsas são destinadas a profissionais e trabalhadores de museus e instituições museais dos 12 países membros do Conselho Intergovernamental do Programa. A realização da atividade objeto da solicitação de bolsa poderá ser feita em instituições públicas ou mistas de qualquer dos 22 países da região ibero-americana. Saiba como participar aqui.

---

Seminário no RJ debaterá conceito de museu no século XXI

"O museu é uma instituição permanente sem fins lucrativos, a serviço da sociedade e do seu desenvolvimento, aberta ao público, que adquire, conserva, investiga, expõe e transmite o patrimônio material e imaterial da humanidade e do seu meio com fins de educação, estudo e deleite".

A mais recente definição de museu, aprovada pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM) em 2007, é o ponto de partida para o IV Seminário de Museologia Experimental, programado para acontecer em novembro no Rio de Janeiro (RJ), que já tem chamada aberta para a inscrição de trabalhos.

Organizado pelo Grupo de Pesquisa Museologia Experimental e Imagem (MEI), sediado na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), o evento traz como tema “Definir o museu do século XXI: experiências latino-americanas”.

A ideia é dar sequência às discussões realizadas no Simpósio Internacional do ICOM e do Comitê Internacional de Museologia (ICOFOM), realizado no mês de junho em Paris (França), propondo um olhar “descolonizado” e baseado nas sociedades latino-americanas sobre o tema.

Serão acolhidos artigos curtos, relatos de experiência e ensaios que abordem a definição de museu no século XXI, levantando questões e propondo sugestões de mudanças na definição aprovada pelo ICOM em 2007 a partir de quatro linhas temáticas: "Museus e territórios", "Museus e educação emancipadora", "Cibermuseologia" e "Museu TRANS".

Os textos, aprovados por pareceristas especializados, serão publicados no formato digital em obra organizada numa parceria entre o MEI e o ICOFOM. Os trabalhos devem ser enviados até o dia 31 de agosto para o e-mail grupodepesquisamei@gmail.com.

Agenda

O Colecionismo no Brasil – Eugène Boudin e os Barões de São Joaquim

O quê: A mostra, centrada nas telas de Boudin (1824-1898), além de outros artistas franceses como Alfred Sisley, Edouard Detaille e François Bonvin, reúne 24 obras, sendo 22 telas e 2 desenhos. O acervo de 20 pinturas de Louis Eugène Boudin, pertencente ao Museu Nacional de Belas Artes, é o maior numa instituição pública fora da França.
Quando: até dezembro, de terça a sexta-feira, das 10 às 18hs, e aos sábados, domingos e feriados das 13 às 18 horas.
Onde: Museu Nacional de Belas Artes (Av. Rio Branco 199, Candelária - Rio de Janeiro/RJ)
Informações: http://mnba.gov.br/portal/

---

Loucuras Anunciadas – Francisco de Goya

O quê: A exposição reúne 20 gravuras da coleção também chamada de Disparates, edição póstuma da Academia de Belas Artes de Madri, que adquiriu as pranchas em 1864. O ciclo é considerado o mais obscuro e complexo da produção de Goya.
Quando: De 29/07 a 24/09 Terça-feira a domingo, das 9h às 19h. Entrada franca.
Onde: CAIXA Cultural São Paulo (Praça da Sé, 111 – Centro – próximo à estação Sé do metrô | São Paulo - SP)
Informações: (11) 3321 4400 | www.caixacultural.com.br

---

Encontro da REM São Paulo

O quê: O II Encontro da Rede de Educadores de Museus (REM SP), por meio de uma parceria com o SESC/SP, tem como tema "Rede de redes - diálogos e perspectivas das Redes de Educadores de Museus no Brasil". O encontro visa ampliar as possibilidades de troca em rede, fortalecendo os profissionais que atuam como educadores e mediadores de museus e instituições culturais.
Quando: 28 e 29 de agosto de 2017.
Onde: Sesc-SP (Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar - Bela Vista - São Paulo/SP)
Informações: centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / (11) 3254.5600.

 

---

Concurso de crônicas do Museu do Ipiranga

O quê: O 2º Concurso de Crônicas do Museu do Ipiranga tem como tema "o que eu quero encontrar no Museu do Ipiranga em 2022". A proposta é que os participantes projetem o museu em sua reabertura - após o processo de restauro e modernização pelo qual está passando. As três melhores classificadas pelo júri, bem como a que obtiver mais votos populares, serão premiadas.
Quando: Inscrições até 20 de setembro no endereço http://mp.usp.br/chamadas/2o-concurso-de-cronicas-do-museu-do-ipiranga . Cerimônia de premiação dia 21 de outubro.
Onde: Museu Paulista da USP (Rua Brigadeiro Jordão, 149 - Ipiranga - São Paulo/SP)
Informações: mp@usp.br.

Cursos e oficinas

II Encontro de Congadeiros de Sabará

O quê: Nesta Segunda edição, o encontro pretende avaliar as políticas para a salvaguarda das Guardas de Marujos de Sabará - reconhecidas como Patrimônio Imaterial do Município - bem como para promover o intercâmbio de experiências entre os mestres e anciões congadeiros. Ao longo do encontro acontecem duas mesas de debate, cortejo e apresentação artística no encerramento.
Quando: 30 de julho de 2017. Das 8h às 17h.
Onde: Museu do Ouro (Rua da Intendência, 264 - Centro - Sabará/MG).
Informações: (31) 3671.1848.

 

 

---

II Seminário de Pesquisa em Ecomuseus e Museus Comunitários

O quê: O II Seminário de Pesquisa em Ecomuseus e Museus Comunitários tem por objetivo reunir pesquisadores do campo da Museologia, e representantes de redes de museus comunitários brasileiros, para dialogar sobre os avanços nos estudos e nas experiências em Museologia Social no Brasil.
Quando: 7 e 8 de agosto de 2017.
Onde: Museu do Homem do Nordeste/Fundaj (Av. Dezessete de Agosto, 2187 - Casa Forte - Recife/PE)
Informações: estudos.muhne@fundaj.gov.br

---

Arquitetura para arte: concepção de montagem de exposição

O quê: O curso prático busca discutir as possibilidades de cooperação entre o arquiteto responsável pela coordenação da montagem de exposições de arte (concepção do espaço, criação de painéis, bases, vitrines, salas de projeção, iluminação, etc.) e o curador da mostra. Para tanto, mapeará exemplos com farta documentação visual, promoverá conversas com especialistas necessários à correta montagem de mostras de arte e apresentará informações técnicas básicas aos participantes.
Quando: De 08/08 a 19/12. Terças-feiras, das 10h às 12h. Investimento: R$ 380/mês.
Onde: Escola de Artes Visuais do Parque Lage (Rua Jardim Botânico, 414 - Jardim Botânico | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: eavparquelage.rj.gov.br/arquitetura-para-arte/

---

Um panorama da arte no Brasil a partir do acervo do MASP

O quê: Ministrado por Giancarlo Hannud, o curso objetiva a compreensão da arte produzida no Brasil desde suas origens ameríndias, passando pelo florescimento da cultura religiosa no período colonial, o estabelecimento da Academia Imperial de Belas Artes, onde artistas eram treinados nos moldes da arte neoclássica européia e o advento da modernidade, até os dias de hoje.
Quando: Segundas-feiras de 14/8 a 02/10, das 15h às 17h. Investimento: 5x R$ 120 (Amigo MASP: 5x R$ 108). Bolsa para professores da rede pública.
Onde: Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP (Av. Paulista, 1578 - Cerqueira César | São Paulo - SP)
Informações: maspinscricoes.org.br