Boletim eletrônico Nº 669 - Ano XII - 10 a 17 de novembro de 2017.

institutobrasileirodemuseus

www.museus.gov.br

---

MCHA completa 13 anos de abertura ao público

mcha

O Museu Casa Histórica de Alcântara (MCHA), situado no Maranhão e integrante da rede Ibram, completou 13 anos de abertura ao público na última quarta-feira (8). Considerada referência cultural na região por suas atividades de cunho educativo, cultural, museológico e de pesquisa, a instituição vive pleno processo de reformulação física e museográfica.

Situado em antigo sobrado colonial tombado pelo Iphan e exemplar do período de florescimento econômico vivido pela cidade entre os séculos XVII e XIX, o MCHA teve sua criação garantida por decreto federal em 1986, mas iniciou suas atividades apenas em 8 de novembro de 2004, após diversas obras de recuperação e adaptação do imóvel, além de formação de um corpo de funcionários para atuar na conservação do acervo e recepção de visitantes.

Integram o acervo do museu 958 itens entre mobiliário, indumentárias, acessórios, louças, iconografias, cerâmicas e azulejos – que, em conjunto com a arquitetura colonial do prédio, onde viveu a família Guimarães, retratam a história doméstica do Brasil Monárquico. Agora, o edifício e seu acervo são foco de reformulação que vai trazer mudanças no modo como o MCHA é acessado, apresentado e inserido na dinâmica cultural da região. Leia a matéria completa.

---

Museu das Bandeiras envia para restauro sete peças históricas de seu acervo

DSC_4181

Em parceria com outra importante entidade voltada à memória local, o Museu das Bandeiras (MUBAN), em Goiás (GO), acaba de encaminhar para restauração sete bens culturais que integram seu acervo. Os itens foram enviados na última segunda-feira (6) a Belo Horizonte (MG), onde serão restaurados por profissionais do Grupo Oficina de Restauro.

As peças, todas de mobiliário em madeira dos séculos XVIII e XIX, serão restauradas graças a Acordo de Cooperação Técnica celebrado com a Associação Casa de Cora Coralina. O conjunto abarca um trono episcopal (foto); uma cadeira de sola; duas mesas de centro; uma mesa bufete; uma cômoda-papeleira; e uma cadeira torneada.

O tratamento dos bens culturais incluirá, a partir da avaliação de cada caso específico: higienização, descupinização, desinfestação, imunização preventiva, remoção de intervenções anteriores consideradas inadequadas, reintegração de cores, aplicação de verniz, contenção de fissuras e rachaduras, refixação de partes e confecção de peças complementares, entre outras intervenções.

“As peças fazem parte da história da cidade e, em se tratando de acervo museológico, as intervenções sugeridas deverão levar em conta a manutenção das marcas e alterações que lhes foram impostas ao longo de suas histórias”, explica Rosangela Reis Costa, conservadora e restauradora do Grupo Oficina de Restauro. A previsão mínima é de 8 meses de trabalho.

---

Obras de restauro avançam no Museu Casa de Benjamin Constant

mcbc

Fechado à visitação desde o início do ano para obras de restauro, o Museu Casa de Benjamin Constant (MCBC), no Rio de Janeiro (RJ), registra estágio avançado da ampla intervenção física programada, que abarca suas duas edificações históricas principais e parte da área verde onde a instituição está situada, no bairro carioca de Santa Teresa.

Passam por processo de restauração a casa histórica onde viveu Benjamin Constant (1836-1891), considerado um dos fundadores da república brasileira, e a chamada Casa de Bernardina, onde funciona a sede administrativa do museu, vinculado ao Ibram.

Realizada em várias frentes, a obra prevê recuperação de coberturas das edificações que compõem o conjunto arquitetônico da antiga chácara, revisão de esquadrias e de pisos, além de nivelamento de seu pátio central e diagnósticos de caráter geológico e arqueológico sobre o terreno.

A previsão é de que o restauro integral do MCBC seja concluído até o início de 2018, quando o museu será reaberto à visitação pública. Leia matéria completa sobre as obras em andamento.

---

Ibram oferece curso gratuito sobre conservação de acervos

curso

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) vai oferecer, no dia 1º de dezembro, mais um minicurso gratuito voltado ao público geral através do programa de formação, capacitação e qualificação Saber Museu. Desta vez, o tema abordado será “Conservação preventiva e gerenciamento de riscos para acervos culturais”.

Ministrado pelo museólogo Leonardo Neves, integrante da Coordenação de Preservação e Segurança do Ibram, o minicurso vai acontecer no auditório do órgão, em Brasília (DF), das 9h às 18h (carga horária de 7h).

Serão abordados conceitos básicos em conservação preventiva de acervos culturais e seus antecedentes históricos; a prevenção e combate a agentes de deterioração do patrimônio cultural; e introdução ao gerenciamento de riscos, incluindo sua identificação, avaliação e controle.

Para participar, não é necessário ter formação específica. Serão ofertadas 50 vagas preenchidas por ordem de inscrição, com prioridade para profissionais que atuam em museus e instituições afins. Será exigida breve exposição de motivos para a participação. As inscrições podem ser feitas até o dia 16/11 através de formulário online.

---

Espírito Santo realiza II Teia da Memória

teiaES

Nos dias 10, 11 e 12 de novembro o Ponto de Memória Museu Vivo da Barra do Jucu, em Vila Velha (ES), recebe a II Teia da Memória do Espírito Santo. O evento vai reunir durante três dias os Pontos de Memória capixabas para troca de experiências, formação e atrações culturais, entre diversas atividades.

A programação será aberta nesta sexta-feira (10), a partir das 19h, em cerimônia que contará com a participação da diretora do Departamento de Processos Museais do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Renata Bittencourt, representando o órgão, e do secretário da Cultura do Espírito Santo, João Gualberto Vasconcellos.

Na sequência, o público presente poderá assistir a conferência de abertura do professor e museólogo Mario Chagas (Ibram/UNIRIO) com o tema “Memória e Fratrimônio”. Chagas foi um dos responsáveis pela criação da Política Nacional de Museus, do Ibram, do Sistema Brasileiro de Museus (SBM) e do Programa Pontos de Memória, entre outros.

A realização da II Teia da Memória do Espírito Santo é uma parceria entre o Ponto de Memória Museu Vivo da Barra do Jucu, a Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo e o Ibram. Confira a programação completa.

---

Nova diretora do Museu Villa-Lobos toma posse, no Rio de Janeiro

posse villalobos 3

Na quarta-feira (8), a nova diretora do Museu Villa- Lobos, Claudia Nunes de Castro, tomou posse no cargo, após seleção em chamamento público organizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

Natural de Manaus (AM), Claudia é gestora cultural, musicista e educadora musical vinculada à Secretaria de Educação do Distrito Federal onde é Professora da Educação Básica. Cláudia já atuou na Sub-Secretaria de Economia Criativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal e também foi Coordenadora-Geral de Promoção e Difusão, Secretaria da Economia Criativa, no Ministério da Cultura. Em 2008, participou do Projeto de Intercâmbio Cultural: concerto no Museu de Arte Latinoamericana de Buenos Aires, na Argentina.

Na cerimônia, Cláudia Castro afirmou que fomentará a ação educativa do museu e buscará recursos e capacidades para disponibilizar digitalmente o acervo, além de estabelecer parcerias com outras instituições ligadas à música, visando ampliar o acesso ao universo de Villa-Lobos. Saiba mais sobre o Museu Villa- Lobos.

 

 

Agendas

Conversando sobre Museus - “Plano Museológico: Desafio Permanente”

O quê: O evento na UFSC será realizado em parceria com o COREM - 5ª Região e terá o apoio do curso de Museologia. A proposta é levar a discussão sobre esse tema para as sete regiões museológicas de Santa Catarina contribuindo para a compreensão sobre a sua aplicação e importância como instrumento de gestão integrada para instituições museológicas.
Quando: 13 de novembro, das 14h30 às 17h30.
Onde: Auditório Airton Silva - Departamento de Matemática - Centro de Ciências Físicas e Matemáticas (CFM) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Trindade - Florianópolis.
Informações: (48) 3664-2604/ semsc@fcc.sc.gov.br

---

“Arte e Curadoria”

O quê: Do Ciclo de Encontros de História da Arte - Unifesp e Fundação Ema Klabin - neste encontro serão apresentados alguns estudos de casos de exposições, buscando indicar as trocas e contribuições entre os campos da curadoria e da História da Arte no cenário contemporâneo e, sobretudo, discutir episódios nos quais a curadoria propôs revisões à história da arte hegemônica. A palestra será ministrada pela crítica e curadora Ana Avelar.
Quando: Dia 11, das 11h às 13h. Inscrições:   http://emaklabin.org.br.
Onde: Fundação Ema Klabin (Rua Portugal, 43, Jardim Europa - São Paulo)
Informações: (11) 3897-3232

---

Ciclo Mulheres no MASP - “Perdidos e Achados: Memória e Infância na Obra de Rivane Neuenschwander”

O quê: A palestrante Sabrina Sedlmayer fará uma leitura da obra da artista Rivane Neuenschwander e sua afinidade reflexiva com pensamento do filósofo alemão Walter Benjamin. A abordagem terá como ponto de partida trabalhos da artista exibidos na mostra The fever, the sewingbox and a ghost, em New York (2015), por meio de imagens e comentários críticos.
Quando: Dia 11, das 11h às 13h. Inscrições presenciais, a partir das 9h. Entrada franca.
Onde: Auditório do MASP (Av. Paulista, 1578 – São Paulo)
Informações: (11) 3149 -5959

---

Exposição Fotográfica “BANGUÊ”

O quê: A exposição do fotográfico Weverson Paulino apresentará fotos que retratam a comunidade quilombola Kalunga, da Região de Cavalcante (GO). Identidade negra, ancestralidade e territorialidade kilombola são temas presentes no projeto, que dá visibilidade às tradições religiosas e culturais de um dos últimos quilombos do país.
Quando: Abertura dia 13 de novembro, às 16h. Visitação até o dia 24 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h.
Onde: Memorial TJDFT (Fórum de Brasília, Bloco A, Ala A, 10º andar, Brasília – DF)
Informações: (61) 3103-5893 / 5894

---

Festival de Esculturas do Rio 2017 no MNBA

O quê: O Festival de Esculturas do Rio 2017 terá a participação do Museu Nacional de Belas Artes/Ibram/MinC, que abre exposição reunindo obras de 25 artistas, incluindo tanto peças do seu acervo quanto de artistas convidados, entre eles Alexandre Rangel – RJ, Ângelo Augusto Milani – SP, Anish Kapoor - Índia/Inglaterra, Clarisse Tarran – RJ, Duílio Sartori – RJ, Hilton Berredo-RJ, Iole de Freitas – RJ, Marcos Cardoso – RJ, Robson Macedo – RJ e o Grupo 5inco Maria – RJ. A ideia do Festival é criar um link entre os museus e centros culturais do Rio de Janeiro, tendo a escultura como elo, promovendo intercâmbios entre artistas de diferentes gerações, estilos, materiais, estados e países.
Quando: abertura dia 11 de novembro, de 14h às 18h. Visitação de 12 de novembro de 2017 até 25 de fevereiro de 2018, terça até sexta de 10h às 18h; sábado, domingo e feriado de 13h às 18h.
Onde: Museu Nacional de Belas Artes (Avenida Rio Branco, 199 – Cinelândia, Rio de Janeiro)
Informações: (21) 3299-0600

 

Cursos e Oficinas

Curso Técnico em Conservação e Restauro da Fundação de Arte de Ouro Preto | FAOP

O quê: A Fundação de Arte de Ouro Preto | FAOP abre mais um processo seletivo do Curso Técnico em Conservação e Restauro para ingresso no primeiro semestre de 2018. Serão disponibilizadas 36 vagas, divididas no período matutino e noturno. O exame de seleção é realizado por meio de questões objetivas de língua portuguesa, química, elaboração de uma redação dissertativa e avaliação de aptidão visual e motora. Para inscrever-se, os interessados devem ter concluído ou estar cursando a partir do 2° ano do ensino médio.
Quando: Inscrições até 21 de novembro, até às 12h. As provas serão realizadas no dia 3 de dezembro, das 9h às 12h e das 14h às 17h, em local a serem divulgados.
Onde: Edital disponível em https://goo.gl/paujyw
Informações: (31) 3551-2014

---

Oficinas Andantes do Museu Casa de Portinari

O quê: As Oficinas Andantes do Museu Casa de Portinari - instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo gerida em parceria com a ACAM Portinari, em Brodowski, oferece oficinas relacionadas à música, pintura, brincadeiras infantis, teatro, desenho, entre outras. Neste final de semana a oficina andante acontecerá no bairro Vila Nossa Senhora das Graças, oportunidade de contato da comunidade local com o fazer artístico. O artista plástico Antônio Ailtom Rufato conduzirá as atividades.
Quando: dia 11, das 10h e às 15h. Entrada franca.
Onde: Rua Olavo Bilac (em frente à Escola Elvira – Vila Nossa Senhora das Graças - Brodowski/SP).
Informações: (16) 3664-4284