Boletim eletrônico Nº 680 - Ano XIV - 2 a 9 de março de 2018.

institutobrasileirodemuseus

www.museus.gov.br

---

Museus Ibram receberam mais 1,2 milhão de visitantes em 2017

MuseuRepublica_Entrada

Os museus vinculados ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) receberam, em 2017, um total de 1.223.113 visitantes. O número registrado representa um aumento de 16% comparado ao ano anterior.

Entre as unidades mais visitadas estão o Museu Imperial, em Petrópolis (RJ), com 400.839 visitantes; o Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), com 174.382 visitantes; o Museu Histórico Nacional, na cidade do Rio de Janeiro, com um público de 137.479 pessoas; e o Museu da República (foto), também no Rio de Janeiro, com 112.361 visitantes. Este último apresentou um incremento de 89% em relação a 2016.

Também chama a atenção o aumento percentual de público no Museu Forte Defensor Perpétuo, em Paraty (RJ); na Casa Cláudio do Souza, em Petrópolis (RJ); e no Museu das Bandeiras, em Goíás, registrando índices de 80%, 67 % e 58%, respectivamente.

Os museus Ibram informam o quantitativo de visitação através do Fomulário de Visitação Mensal. A contagem de público é uma atividade fundamental para planejamento estratégico dos museus e para a definição de ações que visem a melhoria no atendimento ao público. Confira aqui  os dados de visitação dos museus Ibram.

Formulário de Visitação Anual (FVA) – 2017

Previsto pelo Decreto 8.124/2013, o Formulário de Visitação Anual visa colher dados sobre a frequência de público de todos os museus brasileiros. Desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o FVA viabiliza o envio das informações sobre o quantitativo anual de visitação de maneira padronizada e organizada. O preenchimento do FVA 2017 já pode ser feito através da plataforma Museusbr.

---

Ibram abre seleção para diretor do Museu do Ouro em Sabará (MG)

museu-do-ouro

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) iniciou ontem (1º) o período de inscrições para a seleção de candidato para ocupar a Função Comissionada do Poder Executivo de diretor do Museu do Ouro/Casa Borba Gato - unidade museológica do Ibram localizada em Sabará (MG).

Podem concorrer servidores ocupantes de cargos efetivos oriundos de órgão ou entidade de quaisquer dos Poderes da União, Estados, Distrito Federal e municípios.

A seleção acontece em três etapas: análise da documentação para homologação da inscrição, de caráter eliminatório; análise de currículo e plano de trabalho, além de entrevista oral – ambas etapas de caráter classificatório.

Para realizar a inscrição, o candidato deverá encaminhar documentação, conforme consta no edital, para o endereço eletrônico selecao@museus.gov.br, informando no assunto: “Chamada Pública Museu do Ouro / Casa Borba Gato”, até às 23h59min do dia 30 de abril de 2018. Acesse a íntegra do edital e seus anexos.

Instalado na antiga Casa de Intendência e Fundição do Ouro da Vila Real de Nossa Senhora da Conceição do Sabará, o Museu do Ouro foi criado em 1945 e oficialmente inaugurado no ano seguinte.

O acervo e constituído por mobiliário, armaria, porcelanas, imaginária religiosa e objetos ligados a prática da mineração (séculos XVIII e XIX). O Museu do Ouro possui ainda um arquivo histórico e uma biblioteca, localizados na Casa de Borba Gato, edificação do século XVIII.

---

Inscrições para a Semana de Museus 2018 seguem até 12 de março

16SemanaMuseus_Cartaz

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) recebe, até o próximo dia 12, inscrições de atividades para a 16ª Semana de Museus.

A temporada cultural acontece desde 2003 em comemoração ao Dia Internacional dos Museus (18 de maio) e visa promover, divulgar e valorizar os museus brasileiros. Em 2017, 1.070 instituições participaram da Semana de Museus com 3.079 atividades.

Com o tema "Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos", a proposta deste ano é que museus e instituições participantes busquem amplificar suas relações com a comunidade e seu entorno.

Ao mesmo tempo em que se aposta cada vez mais em iniciativas que buscam, pela via tecnológica, uma conexão entre antigos e novos públicos, ainda é relevante esforços para engajar quem ainda não está online – especialmente em áreas periféricas, rurais e regiões de difícil acesso no Brasil. Leia o texto de referência da 16ª Semana de Museus.

Como participar
O museu ou instituição cultural interessada deve programar atividades em torno do tema proposto (exposições, visitas mediadas, shows, palestras, exibição de filmes etc.) e inscrevê-las na plataforma de Eventos Ibram. As atividades ocorrem exclusivamente sob a responsabilidade da instituição que as inscrever.

Todos os participantes terão acesso a um kit de divulgação digital e os museus fora dos grandes centros urbanos receberão cartaz impresso para reforçar a comunicação local. O Ibram também produzirá um guia digital da programação nacional.

Mais informações sobre a 16ª Semana de Museus podem ser obtidas pelo endereço eletrônico semana@museus.gov.br.

---

Ibram manifesta pesar por falecimento da gestora cultural Lilian Barreto

lb

Faleceu na última quinta-feira (1º), no Rio de Janeiro (RJ), a historiadora da arte e gestora cultural Lilian Barreto. Sua trajetória de décadas nas áreas da Educação e Cultura, com relevante contribuição reconhecida por onde passou, incluiu marcante atuação como diretora do Museu da República, vinculado ao Instituto Brasileiro de Museus, que manifesta pesar pelo seu falecimento.

Formada em História da Arte pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e diplomada em cursos de arte decorativa na França, Lilian Barreto foi professora da Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio); idealizadora de programas culturais para o Movimento Brasileiro de Alfabetização (Mobral); e coordenadora adjunta do Programa Nacional de Museus da Fundação Nacional Pró-Memória, tendo atuado na Fundação Casa de Rui Barbosa e Biblioteca Nacional, ambas vinculadas ao Ministério da Cultura (MinC).

Em 1983, quando o Museu da República (até então vinculado ao Museu Histórico Nacional) ganhou autonomia administrativa, tornou-se a primeira diretora da instituição nesta nova fase, ocupando o cargo até 1989. Sua gestão foi marcada pela restauração integral do Palácio do Catete, além de reestruturação administrativa e técnica do museu.

Podem ser destacados como alguns frutos deste período a criação do Centro de Estudos de História da República e o desenvolvimento de projetos educativos que tinham por objetivo a aproximação da comunidade com o museu. Por seus relevantes serviços à frente da instituição, foi agraciada em 2010 com a medalha comemorativa do cinquentenário do Museu da República.

Na década de 1990, Lilian Barreto voltou a residir em Nova Friburgo, cidade onde passou sua infância e juventude – e que, como costumava dizer, só não era seu berço natal porque sua mãe entrara em trabalho de parto durante a descida da serra. Desde 2010, estava à frente do Departamento de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Nova Friburgo, e trabalhava atualmente no desenvolvimento do projeto de comemoração dos 200 anos da cidade.

O velório será realizado a partir das 13h deste sábado (3) no Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro (RJ). O sepultamento ocorrerá às 16h.

---

Prêmio de Pesquisa Memórias Reveladas inscreve até 16 de abril

O Arquivo Nacional e o Centro de Referência das Lutas Políticas no Brasil recebem, até 16 de abril, monografias realizadas com base em fontes documentais referentes ao período da ditadura militar no Brasil (1964-1985) para concorrer ao Prêmio de Pesquisa Memórias Reveladas – edição 2017.

Os autores premiados terão direito à editoração e à publicação de suas obras pelo Arquivo Nacional. Qualquer pessoa pode concorrer, independentemente do nível de formação acadêmica. A análise dos trabalhos inscritos será realizada com base nos critérios definidos no edital por comissão julgadora

Esta é a quarta edição do prêmio. Em cada uma delas foram escolhidos três trabalhos. Confira o edital e a ficha de inscrição. Para mais informações, acesse a página do Arquivo Nacional ou escreva para memoriasreveladas@arquivonacional.gov.br.



Agenda

Tunga: o corpo em obras

O quê: A exposição traz uma seleção de obras do renomado artista plástico brasileiro (Pernambuco, 1952 – Rio de Janeiro, 2016) em torno do tema da sexualidade.
Quando: Até 11/3.
Onde: Museu de Arte de São Paulo (Av. Paulista, 1578 | São Paulo - SP)
Informações: (11) 3149.5959 | masp.org.br

---

Gigantes e diminutos seres do passado

O quê: A exposição traz ao público o universo dos macro e microfósseis; fósseis de animais do passado encontrados em cavernas e também seres e organismos microscópicos. O público será apresentado e poderá experimentar um pouco do dia a dia da pesquisa paleontológica, seus erros e acertos, os detalhes obscuros e as etapas da construção do conhecimento científico.
Quando: A partir de 7/3, às 14h. Visitação de terça a domingo, das 10h às 16h.
Onde: Museu de Ciências da Terra (Av. Pasteur 404, Urca | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: (21) 2295.4746 | www.facebook.com/MuseudeCienciasdaTerra

 

Cursos e oficinas

I Congresso da Sociedade Brasileira de Estudos do Renascimento

O quê: Com o tema "O conceito de cópia e a figura do artista", o evento contará com palestras, apresentação de trabalhos e debates sobre assuntos relacionados à área.
Quando: De 14 a 16/3.
Onde: Paço Imperial (Praça XV de Novembro, 48 - Centro | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: www.amigosdopacoimperial.org.br

---

Conservação e Restauro de Azulejos

O quê: Ministrado por Rita Cerqueira da Mota (Portugal), especialista em conservação e restauro de patrimônio móvel e imóvel, o curso abordará breve enquadramento histórico e arquitetônico do uso do azulejo; surgimento do azulejo no Brasil; principais patologias e anomalias e principais técnicas de conservação e restauro desse tipo de material.
Quando: de 13/3 a 22/5. Terças-feiras, das 9h30 às 12h.
Onde: Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro (Rua D. Gerardo, 68 - Centro | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: (21) 2206.8310 | info@faculdadesaobento.org.br