Boletim eletrônico Nº 681 - Ano XIV - 9 a 16 de março de 2018.

institutobrasileirodemuseus

www.museus.gov.br

---

Últimos dias para inscrever atividades na 16ª Semana de Museus

16SemanaMuseus_Cartaz

As inscrições de atividades para a 16ª Semana de Museus terminam na segunda-feira (12).  A temporada de eventos organizada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) acontece de 14 a 20 de maio em todo o Brasil.

Com o tema "Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos", a proposta deste ano é que museus e instituições participantes busquem amplificar suas relações com a comunidade e seu entorno. Saiba mais.

A instituição interessada em participar deve programar atividades em torno do tema e inscrevê-las na plataforma de Eventos Ibram. As atividades ocorrem exclusivamente sob a responsabilidade da instituição.

Todos os participantes terão acesso a um kit de divulgação digital e os participantes fora dos grandes centros urbanos receberão cartaz impresso para reforçar a comunicação local. O Ibram também produzirá um guia digital da programação nacional.

Mais informações sobre a 16ª Semana de Museus podem ser obtidas pelo endereço eletrônico semana@museus.gov.br.

---

Peças sacras de museus Ibram em MG integram exposição do Masp

SaoSebastiao_MRSJDR

Obras dos acervos do Museu da Inconfidência, Museu Regional de São João del-Rei e do Museu do Ouro estarão expostas no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp), a partir do sábado (10). Os três museus fazem parte da rede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) em Minas Gerais (MG).

As peças integram a exposição temporária “Imagens do Aleijadinho”, que apresenta a obra de Antônio Francisco Lisboa (1738-1814), uma das principais referências da arte sacra, do barroco e do rococó no Brasil, ativo em Minas de meados do século XVIII ao início do século XIX.

A mostra apresenta cerca de 50 obras, que incluem esculturas devocionais, além de mapas, gravuras, fotografias, pinturas e esculturas de viajantes e outros artistas, que contribuem para a compreensão do contexto e da influência do artífice mineiro na história da arte brasileira.

O Museu Regional de São João del-Rei, por exemplo, emprestou três imagens para a mostra: São Sebastião, São João Evangelista e São Francisco de Assis.

Já o Museu da Inconfidência, em Ouro Preto, emprestou quatro peças: duas esculturas Pastor de Presépio, um Anjo Tocheiro e uma imagem de Nossa Senhora do Carmo.

E o Museu do Ouro, em Sabará, emprestou uma escultura de Sant'ana Mestra. Todas as peças são do século XVIII e feitas em madeira policromada - algumas possuem ainda douramentos.

Em cartaz até 3 de junho, a exposição e o catálogo têm organização de Rodrigo Moura, curador-adjunto de arte brasileira do Masp. Saiba mais.

---

Arte+Feminismo: maratona de edição Wikipédia acontece amanhã (10) no MHN

rio_museu_historico_nacionalA_16_Sylvana Lobo

O Museu Histórico Nacional/Ibram, no Rio de Janeiro (RJ), recebe amanhã (10), das 9h30 às 17h30, uma maratona de edição - Edit-a-thon -  da maior enciclopédia colaborativa do mundo, a Wikipédia, com o tema Arte+Feminismo.

O objetivo é melhorar a cobertura de artigos que abordem questões de gênero, feminismo e arte  e inclui capacitação e disponibilização de material de apoio e de referência nos temas trabalhados para novos editores.

Em um levantamento de 2011, a Wikimedia Foundation divulgou que menos de 10% de seus contribuidores se identificavam como mulheres.

A tímida participação feminina também acarreta uma menor representatividade de temas relacionados a mulheres na enciclopédia on-line mais popular do mundo.

Desde 2014, as maratonas de edição Arte+Feminismo têm acontecido ao redor do mundo em centenas de instituições na Europa e Estados Unidos, tendo criado e aprimorado mais de 11 mil artigos em várias línguas.

O Edit-a-thon Arte+Feminismo no MHN é gratuito e aberto a pessoas de todas as identidades e expressões de gênero. As inscrições estão abertas e podem ser feitas online. Será oferecido coffee-break, estacionamento e cuidador de crianças.

O participante deve levar seu equipamento (laptop ou tablete). Caso ainda não seja  cadastrado na Wikipédia, poderá realizar o primeiro acesso no  próprio evento.

O Museu Histórico Nacional fica na Praça Marechal Âncora S/N, Centro. Mais informações pelo telefone (21) 3299.0324 ou endereço eletrônico faleconosco.mhn@museus.gov.br.

---

Exposição Victor Meirelles e a Dimensão Simbólica abriu quinta (8) em SC

VistaDesterro1

O Museu Victor Meirelles/Ibram abriu ao público nesta quinta-feira (8), o quarto módulo da Exposição Victor em 4D: A Dimensão Simbólica. O projeto foi iniciado em maio de 2017 e cada módulo percorreu algumas características da produção de Victor Meirelles. Neste, a proposta é discutir o que acontece com o legado deixado pelo pintor após sua morte e o reconhecimento de seu trabalho como patrimônio brasileiro.

Os temas pretendem questionar de que forma se estabelecem os patrimônios no Brasil e, ainda, por que Victor Meirelles é considerado patrimônio nacional. Política, memória e poder se entrelaçam para construir ou perpetuar identidades e valores.

A Dimensão Simbólica foi dividido em duas partes: o Legado de Victor, tendo como pano de fundo a questão do Patrimônio e da Memória e, encerrando o projeto, Victor e o Tempo Presente, que será exposto em maio e enfocará a produção de Victor Meirelles no século XXI, as relações artísticas com a arte do século XX e XXI e, por fim, Victor e a cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis.

A exposição Victor em 4D - A Dimensão Simbólica pode ser visitada até o dia 12 de maio de 2018. O Museu Victor Meirelles atualmente funciona em sua sede provisória, na Rua Rafael Bandeira, nº 41, Centro, em Florianópolis. A entrada é gratuita.

Victor em 4D

O Projeto Victor em 4D é uma mostra de longa duração que aborda a vida e a produção artística de Victor Meirelles. Está dividido em quatro dimensões, que são: estética, histórica, política e simbólica.

O objetivo das exposições é sugerir possíveis leituras sobre o acervo do artista, preservado pelo Museu Victor Meirelles, buscando identificar as características estéticas de suas obras, as diferentes fases de Victor como aluno, professor e artista, o ambiente em que sua produção estava inscrita na segunda metade do século XIX e o legado deixado pelo pintor, como patrimônio artístico brasileiro.

Foto: Victor Meirelles - Vista do Desterro, atual Florianópolis, circa 1847 / óleo sobre tela - 71,7 x 119,2 cm - Divulgação Museu Victor Meirelles/Ibram

---

Iphan abre consulta pública sobre Política de Patrimônio Material

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), vinculado ao Ministério da Cultura (MinC), abriu Consulta Pública sobre a Política de Patrimônio Material, que consolida princípios, premissas, objetivos, procedimentos e conceitos para a preservação do patrimônio cultural brasileiro de natureza material.

O documento também possibilita um maior esclarecimento sobre os principais conceitos que compõem os processos e as ações de preservação dos bens culturais portadores de referência à identidade, à ação e à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira. Consulte o texto da proposta na íntegra.

O lançamento da política, após consolidação das propostas enviadas, está previsto para 17 de agosto, Dia Nacional do Patrimônio Cultural. O evento será realizado no Paço Imperial, no Rio de Janeiro (RJ).

A consulta está aberta até 1º de maio de 2018. As contribuições podem ser feitas pelo e-mail ppm@iphan.gov.br. Saiba mais.



Agenda

Maria Auxiliadora: vida cotidiana, pintura e resistência

O quê: A exposição apresenta 82 obras da artista Maria Auxiliadora (Campo Belo, Minas Gerias, 1935 - São Paulo, 1974), que cresceu em uma família de artistas brasileiros autodidatas integrantes do movimento negro. A ideia é renovar o interesse na original produção da artista, ampliando as leituras sobre sua vida e obra para além dos rótulos que associaram à arte chamada “popular”, “primitiva”, “naif” ou “afro-brasileira”.
Quando: De 10/3 a 10/6.
Onde: Museu de Arte de São Paulo (Av. Paulista, 1578 | São Paulo - SP)
Informações: masp.org.br

---

Ex Africa

O quê: A exposição apresenta um panorama da arte contemporânea do continente e da identidade da África moderna, marcada por uma diversidade de encontros culturais e interações, por processos de intercâmbio e aculturações, através da recente produção de 18 jovens artistas, vindos de 8 países africanos. A eles se juntam também dois artistas afro-brasileiros, Arjan Martins e Dalton Paula.
Quando: Até 26/3. De quarta a segunda, das 9h às 21h. Gratuito.
Onde: CCBB Rio (Rua Primeiro de Março, 66 - Centro | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: (21) 3808 2020 | ccbbrio@bb.com.br

---

Véio – a Imaginação da Madeira

O quê: A exposição reúne parte da vasta obra do escultor Véio (ou Cícero Alves dos Santos), nascido em 1947 no interior de Sergipe – onde vive até hoje – trazendo para o público peças da coleção de esculturas em madeira que o artista mantém em sua casa e que dialogam com o cotidiano do povo sertanejo.
Quando: De 15/3 a 13/5. Terça a sexta, das 9h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h.
Onde: Itaú Cultural (Av. Paulista, 149 | São Paulo - SP)
Informações: (11) 2168 1777 | www.itaucultural.org.br

---

Construções Afetivas: Nello Nuno e Eliana Rangel na Casa Fiat de Cultura

O quê: A exposição reúne pela primeira vez a obra dos dois irmãos, nascidos em Viçosa (MG), que se consagraram como grandes nomes do cenário artístico mineiro, apresentando mais de 80 obras entre pinturas, vídeo e objeto em diálogo plástico-visual.
Quando: De 6/3 a 6/5. Terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h. Entrada gratuita.
Onde: Casa Fiat de Cultura (Praça da Liberdade, 10 – Funcionários | Belo Horizonte - MG)
Informações: (31) 3289 8900 | www.casafiatdecultura.com.br

---

10 anos da titulação das Matrizes do Samba no Rio de Janeiro como patrimônio cultural do Brasil

O quê: O evento terá como objetivo analisar os avanços e desafios da preservação do samba e o impacto do processo de patrimonialização deste bem imaterial.
Quando: Dia 10/3, a partir das 10h30.
Onde: Museu do Samba (Rua Visconde de Niterói, 1296 - Mangueira | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: (21) 3234 5777 | contato@museudosamba.org.br

---

A História da Mulher Contada Através da Moda e das Décadas

O quê: Durante a atividade, os visitantes poderão refletir sobre o avanço dos direitos das mulheres e as suas conquistas manifestadas por meio da moda. Com o auxílio de imagens, informações, objetos e figurinos, os educadores mediarão um diálogo que terá início na década de 1930, seguindo até os dias atuais. A intenção é ressaltar os vínculos possíveis entre a evolução da moda e as conquistas femininas, seja no âmbito familiar, social ou profissional.
Quando: Dias 17, 18, 24 e 25/3, aos sábados às 10h30 e aos domingos às 15h30. Entrada: inteira R$10 e meia R$5 (estudante e idoso) – gratuita aos domingos.
Onde: Museu Felícia Leirner - Auditório Claudio Santoro (Av. Dr. Luis Arrobas Martins, 1.880 - Alto da Boa Vista | Campos do Jordão - SP)
Informações: (12) 3662 6000 | www.museufelicialeirner.org.br

 

Cursos e oficinas

Histórias da Arte: o Barroco na Europa e na América Latina

O quê: O curso introduz os diversos significados da noção de “barroco” na arte da Europa e da América Latina. São abordadas a transferência e circulação de modelos europeus, bem como o desenvolvimento de manifestações originais e multiculturais nos diferentes contextos latino-americanos nos séculos XVII e XVIII.
Quando: De 12/3 a 25/6, das 19h30 às 21h30 (segundas-feiras).
Onde: Museu de Arte de São Paulo (Av. Paulista, 1578 | São Paulo - SP)
Informações: masp.org.br/masp-escola/historias-da-arte-o-barroco-na-europa-e-na-america-latina

---

Curadoria de Arte Moderna e Contemporânea

O quê: O curso busca qualificar a atividade de curador de arte oferecendo uma formação técnica e metodologicamente consistente, com fundamentos teóricos e práticos, superando a formação, até então vigente no Brasil, de cunho exclusivamente prática. Será desenvolvido em três áreas de concentração: Planejamento e produção de exposições; História da Arte; e Filosofia e Teoria da Arte.
Quando: Março de 2018 a maio de 2019 (Terças e quintas-feiras, das 18h45 às 22h. Aula inaugural dia 14/3, aberta ao público.
Onde: Escola de Artes Visuais do Parque Lage (Rua Jardim Botânico, 414 - Jardim Botânico | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: eavparquelage.rj.gov.br/projetos-especiais/pos-graduacao/

---

Ação Educativa e as possibilidades de diversificação de projetos para museus e seus visitantes

O quê: Palestra ministrada pela historiadora Aureli Alves de Alcântara. Especialista em Museologia e Mestre em Arqueologia, a palestrante atuou em várias instituições museológicas no âmbito da pesquisa, salvaguarda e comunicação museológica. Nos últimos anos trabalhou em ações educativas em instituições como o Centro Cultural de São Paulo, Teatro Municipal de São Paulo e atualmente coordena a Ação Educativa do Memorial da Resistência de São Paulo.
Quando: Dia 10/3, das 9h30 às 11h.
Onde: Museu Antropológico (Av. Universitária, 1166 - Setor Universitário | Goiânia - GO)
Informações: (62) 3209 6010 | www.museu.ufg.br