institutobrasileirodemuseus

www.museus.gov.br

---

Museu Lasar Segall abre inscrições para residência educativa

7422055608_efa6e9809d

O Museu Lasar Segall, vinculado ao Ibram e localizado em São Paulo (SP), abriu edital para a seleção de projetos idealizados por estudantes que queiram participar de residência educativa na instituição, com o apoio e a orientação de sua equipe de educadores.

A residência é gratuita e tem como objetivo abrir as portas para que estudantes desenvolvam projetos educativos nos mais diferentes formatos para provocar discussões, pesquisas e aprofundamentos de suas pesquisas e interesses em educação em uma atmosfera de troca de experiências e busca coletiva de soluções.

Serão selecionadas até quatro propostas de projetos educativos que já estejam em desenvolvimento ou que ainda estejam sendo idealizados. Podem se inscrever estudantes das mais diversas áreas que possuam interesse em arte, museu e educação. As inscrições poderão ser feitas de forma individual ou coletiva (representando um grupo).

A residência tem duração prevista de cinco meses. A primeira etapa será realizada nos meses de maio e junho; a segunda etapa nos meses de agosto, setembro e outubro de 2018. O período poderá ser estendido de acordo com a disponibilidade e interesse dos participantes. Interessados poderão se candidatar até o dia 14 de abril, preenchendo a ficha de inscrição. Para qualquer dúvida, entrar em contato via e-mail: educa@mls.gov.br.

---

Circuito Villa-Lobos terá segunda edição na próxima quarta-feira

IMG-20180329-WA0033-300x225

O Circuito Villa-Lobos, iniciativa do Museu Villa-Lobos que leva moradores e visitantes do Rio de Janeiro a um passeio guiado pelos pontos da cidade mais frequentados pelo maestro e compositor brasileiro, terá sua segunda edição na próxima quarta-feira (18).

O Theatro Municipal, a Confeitaria Colombo, a Associação Brasileira de imprensa, o Clube Ginástico-Português, o Palácio Gustavo Capanema e o edifício em que Heitor Villa-Lobos (1887-1959) viveu seus últimos anos integram roteiro. Nesta edição, o walking tour culminará com visita à Casa do Choro, instituição dedicada à preservação do gênero brasileiro que inspirou Villa-Lobos.

Realizado em parceria com a iniciativa Revelando o Brasil, especializada em passeios a pé gratuitos que levam interessados a conhecer museus, igrejas, praças, monumentos e outros pontos de interesse histórico e cultural, apresentando suas histórias e curiosidades, o Circuito Villa-Lobos é aberto à participação de qualquer pessoa. A primeira edição, no final de março, contou com 20 participantes, entre moradores do Rio de Janeiro e turistas, com idades entre 12 e 82 anos.

O ponto de encontro para a saída do passeio na próxima quarta-feira (18), a partir das 15h, é a escadaria do Theatro Municipal, no centro do Rio de Janeiro. Interessados devem garantir sua reserva pelo telefone (21) 98091-2606.

---

Museu Regional de Caeté promove visita a suas obras de restauro

DSCN1011

Passando por obras de restauro integral há cerca de um ano, o Museu Regional de Caeté, em Minas Gerais, promoveu no último sábado (7), pela segunda vez, visita técnica à intervenção com objetivo de promover a educação patrimonial.

Alunos da turma de Edificações da Fundação Educacional de Caeté – instituição pública municipal que promove cursos técnicos profissionalizantes de nível médio – foram os visitantes desta edição e puderam conhecer de perto o trabalho de restauro de uma dos principais edificações históricas da cidade mineira.

Os temas abordados na visita incluíram a recomposição de uma parede inteira feita em pau a pique e os resultados das escavações arqueológicas realizadas por ocasião da obra, revelados recentemente. A visita foi orientada pelo arquiteto Marcus Rocha e a arqueóloga Elenice Baeta, ambos da empresa GERMEC, responsável pelas obras.

Formação patrimonial

“As entidades públicas exercem um papel de formadores de valores humanos, sociais, técnicos e científicos dentro das relações sociais nas comunidades”, explica a diretora do Museu Regional de Caeté, Sônia Maria Barbosa. “Essas ações educativas visam a levar ao estudante de cursos profissionalizantes ligados a construção civil, segurança do trabalho, restauração, engenharia, arquitetura, entre outros, a possibilidade de vivenciar a aplicação da técnica de restauro em casarões como o do museu, além de poder entender e verificar, in locu, como era a técnica construtiva utilizada no século XVIII”.

O restauro integral do Museu Regional de Caeté inclui reforço das fundações e restauração da estrutura; adequação de instalações (elétricas, luminotécnicas, segurança, telecomunicações, sonorização, proteção contra descargas atmosféricas, prevenção e combate a incêndio e pânico, hidrossanitárias e drenagem); garantia de acessibilidade, com instalação de rampa, elevador, sanitários acessíveis; e construção de nova reserva técnica. A previsão é de que as obras sejam concluídas no início do segundo semestre.

---

Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade 2018 está com inscrições abertas

Premio IPHAN

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) publicou o edital para o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade. Criado em 1987 em reconhecimento a ações de proteção, preservação e divulgação do Patrimônio Cultural Brasileiro, o prêmio está na sua 31ª edição.

Serão selecionados oito trabalhos representativos de ações no campo do Patrimônio Cultural Brasileiro e cada premiado receberá o valor de R$ 30 mil. Os trabalhos inscritos deverão ser entregues nas superintendências do Iphan nos Estados até o dia 21 de maio.

Os projetos vencedores na etapa estadual serão analisados pela Comissão Nacional de Avaliação, formada pela presidente do Iphan e por 16 jurados que atuam nas áreas de preservação ou salvaguarda do Patrimônio Cultural.

O resultado final do concurso deverá ser divulgado até o dia 30 de agosto de 2018, no site do Iphan e a cerimônia de entrega das premiações está marcada para novembro deste ano e acontecerá em Belém (PA).

---

Revista Acervo abre chamada para dossiê sobre pesquisa em Arquivologia

A Revista Acervo, publicação do Arquivo Nacional, abriu chamada pública para edição comemorativa aos 180 anos de fundação da instituição.

O próximo número será dedicado ao tema "Estado da arte da pesquisa em Arquivologia". O dossiê leva em consideração o cenário atual e as perspectivas da área, com organização de Adriana Cox Hollós, doutora em Ciência da Informação e Eliezer Pires da Silva, doutor em Memória Social.

A edição comemorativa contemplará abordagens relativas ao atual cenário arquivístico, seus limites e possibilidades, caracterizando assim o estado da arte da pesquisa em Arquivologia no Brasil. O que se pretende é apresentar a realidade dos arquivos e suas perspectivas de desenvolvimento no futuro, contemplando ainda os debates no âmbito dos documentos digitais.

Artigos de natureza teórica e epistemológica; discussões e reflexões político-filosóficas sobre os conhecimentos que temos hoje e as tendências que vêm determinando novas formas de produção, gestão e uso dos arquivos em geral; estudos sobre a preservação de acervos digitais e não-digitais, entre outros temas, também são bem-vindos.

A revista Acervo aceita textos de doutores para as seções Dossiê Temático, Artigos Livres, Resenhas e Documentos. Os trabalhos devem estar de acordo com as normas editoriais e atender ao escopo apresentado. O prazo para submissão é até o dia 30 de junho de 2018. Saiba mais.



Agenda

#RioUtópico, um projeto em construção

O quê: Na exposição, a artista Rosângela Rennó faz um mapeamento fotográfico espontâneo de comunidades do Rio de Janeiro cujos nomes sugerem uma situação utópica, como Chácara do Céu, Jardim Maravilha e Morro dos Prazeres. Para montar a mostra, a artista trabalhou com jovens moradores dessas comunidades, que foram orientados a fotografar e pesquisar o local onde vivem.
Quando: Até 22 de abril de 2018. Terças a domingos e feriados (exceto segundas), das 11h às 20h.
Onde: Instituto Moreira Salles Rio (Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea –
RJ)
Informações: (21) 3284.7400

---

Orquestra de Flautas é atração do Museu de Congonhas

O quê: o Museu de Congonhas recebe única apresentação da Orquestra de Flautas - Flutuar. O público poderá conferir composições de artistas como Villa-Lobos, Francisco Mignone, Guerra-Peixe, Villâni-Côrtes, Pixinguinha e Flávio Venturini, entre outros.
Quando: Dia 18 de abril, às 20 horas.
Onde: Museu de Congonhas (Alameda Cidade de Matosinhos de Portugal, 77, Basílica)
Informações: (31) 3732.2526

---

Espaço Ciência promove Semana dos Povos Indígenas

O quê: Atividades em que os visitantes poderão dançar Toré com os povos Fulni-ô; construir uma zarabatana; confeccionar pinturas corporais ou cerâmicas com argila; participar de brincadeiras indígenas; descobrir a física que se esconde por trás do arco e flecha; aprender a se guiar pelo céu e pelas estrelas. Serão ministradas oficinas, como a “Demarcando Terras Indígenas”, que acontece no Mapa Gigante do Museu, onde os visitantes perceberão como os territórios indígenas foram progressivamente reduzidos.
Quando: De 16 a 20 de abril de 2018. De segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h; e nos fins de semana, das 13h30h às 17h.
Onde: Espaço Ciência, Museu Interativo de Ciência (Parque Memorial Arcoverde, Complexo de Salgadinho, Olinda – PE)
Informações: (81) 3241.3226

---

Museu da Música de Itu discute o conceito de restauro

O quê: o Museu da Música realizará o encontro mensal DIÁLOGOS, com o tema “A evolução do conceito de restauro e suas aplicações”. O principal objetivo é levantar questionamentos sobre um conceito de restauração, que se aplica, além do universo material, à música e a eventos e que conduz diretamente à preservação da memória. A discussão será conduzida pelo Museólogo ituano Prof. Dr. Emerson Ribeiro Castilho, Diretor Municipal de Patrimônio Histórico.
Quando: Dia 15 de abril, a partir das 10h30. De segunda a sexta, das 8hs às 12hs e das 14hs às 18hs.
Onde: Museu da Música (Rua Floriano Peixoto, 480 – Itu, SP)
Informações: (11) 4022.1248

---

Mostra Disruptiva no CCBB

O quê: Com o propósito de apresentar tecnologias que proporcionam inusitadas experiências sensoriais, a mostra Disruptiva, braço do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (File), pretende conduzir o visitante a uma jornada em que ele se transforme em parte das obras em exibição. O acervo proporcionará aos visitantes vivências de realidade virtual e interatividade, como um espelho capaz de fundir duas pessoas, combinando o corpo de uma e o rosto de outra. Uma das instalações proporciona ao visitante a sensação de estar embalado a vácuo.
Quando: De 13 de abril a 4 de junho de 2018. Quarta a segunda, 9h às 21h.
Onde: CCBB Rio (Rua Primeiro de Março, 66, Centro – RJ)
Informações: (21) 3808.2020

---

Francisco Brennand - Mestre dos Sonhos

O quê: A exposição reúne 31 obras (entre cerâmicas, pinturas e desenhos) do acervo original do artista pernambucano, aclamado mundialmente por sua arte sincrética, ancestral e extremamente peculiar.
Quando: De 27/3 a 20/5. Terça a domingo, das 9h às 21h.
Onde: CAIXA Cultural Brasília (SBS - Quadra 04, Lotes 3/4 | Brasília - DF)
Informações: (61) 3206.9448 | www.caixacultural.com.br 

 

Cursos e oficinas

XIII Encontro Nacional de Acervos Raros

O quê: Organizado pela Biblioteca Nacional, o evento terá como tema este ano "Políticas de Segurança e Salvaguarda de Acervos Raros e Especiais".
Quando: Dias 29 e 30/11, das 9h às 17h. Envio de trabalhos para apresentação até 1º/6.
Onde: Biblioteca Nacional - Auditório Machado de Assis
Informações: planor.eventos@bn.gov.br | www.bn.gov.br

---

Difusão de conhecimento arqueológico em museus a partir do plano museológico: o caso do Museu Arqueológico Nacional de España

O quê: Aula inaugural do Departamento de Arqueologia da UERJ, com a Dra. Alejandra Saladino (Ibram/Unirio).
Quando: Dia 25/4, às 10h.
Onde: Auditório 91 da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ (9º andar, Bloco F |Rio de Janeiro - RJ)
Informações: www.arqueologia.uerj.br