Boletim eletrônico Nº 690 - Ano XIV - 11 a 18 de maio de 2018.

institutobrasileirodemuseus

www.museus.gov.br

---

16ª Semana de Museus terá início na próxima segunda-feira

16SemanaMuseus_Cartaz

Começa na próxima segunda-feira (14), em todo o Brasil, a 16ª Semana de Museus. A tradicional temporada de eventos promovida pelo Ibram para celebrar o Dia Internacional dos Museus (18 de maio) contará este ano com a participação de mais de 1,1 mil instituições em 26 unidades da federação, que realizarão 3,2 mil eventos em 489 cidades.

“Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos” é o mote desta edição. Proposto pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM), o tema seguido pela Semana de Museus em 2018 convida museus e centros culturais a refletir sobre a necessidade de estarem conectados a suas comunidades, contextos culturais e ambientes naturais – fazendo uso da comunicação digital, mas não só dela.

Visitas mediadas, palestras, debates, oficinas, exibição de filmes e apresentações musicais estão entre as atividades programadas pelas instituições participantes entre os dias 14 e 20 de maio. Confira o Guia da Programação. Para reforçar a divulgação da iniciativa junto aos diversos públicos interessados, o Ibram lançou também kit com peças de comunicação em formato digital.

Dúvidas sobre a 16ª Semana de Museus podem ser enviadas para o endereço eletrônico semana@museus.gov.br.

---

Chamamento Público para servidores federais recebe currículos a partir do dia 14

chamamento servidores

Servidores públicos federais interessados em compor o quadro de pessoal do Instituto Brasileiro de Museus podem enviar seus currículos a partir da segunda-feira (14).

Há vagas para nível superior e intermediário nas áreas de Museologia, História, Geografia, Ciências Humanas e Sociais, Arquitetura, Engenharia, Análise de Sistemas, Arquivologia, Biblioteconomia, Designer Gráfico, Jornalismo, Administração, Contabilidade, Gestão de Pessoas, Licitações e Contratos, entre outras.

Podem participar do processo seletivo servidores que ocupem cargo de provimento efetivo regido pela Lei nº 8.112 e que não estejam em estágio probatório nem respondendo a Processo Administrativo Disciplinar. A jornada semanal de trabalho é de 40 horas, resguardadas as disposições legais específicas.

A submissão dos currículos poderá ser feita até o dia 25 de maio de 2018. Saiba mais informações sobre o processo seletivo no edital de Chamamento Público disponível no site do Ibram.

---

Declaração de Interesse Público: consulta pública segue até 21 de junho

28276665_1935978883096512_7051706628809493317_n-300x268

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) recebe até o dia 21 de junho contribuições para consulta pública, aberta em fevereiro, sobre a normatização da Declaração de Interesse Público – ela será objeto de resolução estabelecendo normas complementares ao Decreto nº 8.124/2013, que regulamentou o dispositivo legal.

O objetivo da Resolução Normativa é possibilitar a realização, com segurança jurídica, de ações oficiais dos órgãos públicos competentes voltadas ao apoio aos museus públicos e privados e aos proprietários ou responsáveis legais de bens culturais passíveis de musealização, considerados individualmente ou em conjunto, visando à preservação e à difusão do patrimônio cultural de destacada importância para o país.

O Ibram já elaborou minuta de Resolução Normativa que define cinco fases, com passos detalhados, para a efetivação de uma Declaração de Interesse Público. Interessados podem propor alterações ao texto enviando suas contribuições através do endereço eletrônico consultapublica@museus.gov.br, utilizando formulário disponibilizado no site do Ibram. Saiba mais.

---

MinC lança edital voltado à criação de fundo patrimonial para museus

11289003_381326375398193_7468413491945438107_o

O Ministério da Cultura (MinC) abriu na última segunda-feira (7) processo licitatório destinado à concepção de modelos de fundo patrimonial voltados a dar sustentabilidade econômica às instituições museológicas federais pertencentes à rede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e que possam também servir como modelo para outros museus públicos.

Aberto em parceria com a Unesco, o edital tem como objeto a contratação de empresa ou instituição especializada para concepção de proposta de pelo menos três estruturas e modelos de fundo patrimonial. A ideia é garantir aos museus sustentabilidade financeira e menor suscetibilidade à obtenção de apoios sazonais de natureza pública ou privada.

Com este objetivo, a empresa ou instituição especializada a ser contratada deverá realizar estudos sobre a viabilidade jurídica, institucional e econômica da adoção de fundos patrimoniais pelos museus da rede Ibram, além de indicar eventuais medidas necessárias à constituição dos referidos fundos.

Os modelos propostos deverão indicar a constituição jurídica e institucional necessária para adoção de fundos patrimoniais, considerando a legislação brasileira; a estrutura organizacional de instituições sem fins lucrativos públicas e privadas; e os aspectos tributários. A proposta concebida deverá ser entregue em até 120 dias.

Empresas ou instituições especializadas interessadas em participar do processo licitatório devem encaminhar sus propostas para o e-mail coopi@cultura.gov.br até as 18h (horário de Brasília) do próximo dia 21. Confira o edital.

---

Edição especial do Circuito Sítios Históricos da República acontece na próxima sexta

ConvitePara2

O Museu da República e o Museu Casa de Benjamin Constant, situados no Rio de Janeiro (RJ) e vinculados ao Ibram, promovem em parceria, no próximo dia 18, mais uma edição do Circuito Sítios Históricos da República. Realizada desde 2009, a iniciativa leva visitantes a um passeio guiado por pontos de interesse histórico que remontam ao surgimento do regime republicano no Brasil.

A Praça da República, no centro do Rio de Janeiro, será o eixo desta edição, que dará ênfase aos 200 anos de museus no Brasil. Celebrados este ano, os dois séculos de presença contínua dos museus na vida social brasileira têm como marco os 200 anos de criação do Museu Nacional, hoje vinculado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

A Casa Histórica de Deodoro, antiga residência do proclamador da República, será o ponto de encontro e partida do circuito. A instituição oferecerá aos visitantes a oportunidade de conhecer, em sua exposição de longa duração, um pouco mais sobre a biografia do patrono e o contexto histórico em que se deu a proclamação do novo regime.

O roteiro também inclui uma parada no Monumento a Benjamin Constant, no centro da Praça da República. Idealizado, financiado e executado pelos positivistas, o monumento foi inaugurado em 1926 e contou com a contribuição de Décio Villares (estátuas) e Eduardo de Sá (baixos-relevos e medalhões). Seu conjunto escultórico inclui várias alegorias caras ao republicanismo e ao positivismo, que serão demonstradas na visita mediada.

O passeio culminará no recém-inaugurado Museu da Casa da Moeda, também situado à Praça da República, onde os visitantes poderão testemunhar a iconografia republicana nas impressões de notas e cunhagem de moedas. A instituição está situada no prédio que foi a primeira sede do Museu Real, criado em 1818 por Dom João VI – o hoje chamado Museu Nacional foi transferido pelo regime republicano para a Quinta da Boa Vista, onde ainda se encontra.

Interessados em participar desta edição do Circuito Sítios Históricos da República, que terá início às 10h e tem duração estimada de 3h, já podem garantir, sem qualquer custo, sua inscrição online. O passeio inclui guia de turismo credenciado e lanche gratuito.

---

Museu Victor Meirelles realiza mesa-redonda sobre arte, morte e patrimônio

A Morta_oleo sobre tela_Victor Meirelles_Rio de Janeiro_RJ

O Museu Victor Meirelles (MVM/Ibram) promoveu, na última quinta-feira (10), a mesa-redonda "Continuidades e Rupturas: Arte, Morte e Patrimônio". O debate contou com a participação das palestrantes Telma Scherer, professora adjunta do Departamento de Língua e Literatura Vernáculas da UFSC, que abordou o tema "Vivas à morte viva: os processos de escrita, a alegria e o fenecer"; e da presidente da Associação Brasileira de Estudos Cemiteriais (ABEC), Elisiana Trilha Castro, falando sobre "Patrimônio cultural funerário: a morte como tema e seus dilemas".

O evento teve como proposta a discussão sobre ciclos na Arte e no Patrimônio a partir dos valores da produção artística e das teorias de patrimônio sempre em movimento e transformação, em vanguardas e movimentos de ruptura, nos ciclos de renovação de linguagens e de políticas. O tema da “Morte” (ou das “mortes”) serviu de eixo conceitual para a percepção dos ciclos de memórias e de esquecimentos, de continuidades e de transgressões, de abandonos e de recriações.

A atividade foi elaborada pelos participantes da "Oficina de Planejamento de Exposições", realizada de 19 de março a 11 de abril com estudantes de Museologia e Artes Visuais, e também integra o último módulo expositivo do Projeto Victor em 4D, conjunto de exposições que busca sugerir possíveis leituras sobre o acervo do artista preservado pelo Museu Victor Meirelles, identificando em diferentes módulos as características estéticas de suas obras, as faces de Victor como aluno, professor e artista, o ambiente em que sua produção estava inscrita na segunda metade do século XIX e o legado deixado pelo pintor, como patrimônio artístico brasileiro.

A última exposição - sob o título Victor e o Tempo Presente – será inaugurada no dia 20 de junho de 2018 e encerra o Projeto, observando os tempos e as transformações da cidade de Florianópolis e sugerindo aproximações do patrimônio oitocentista com a arte contemporânea. Saiba mais sobre a programação do Museu Victor Meirelles.

Imagem: A Morta. Óleo sobre tela, sem data. Victor Meirelles, Rio de Janeiro, RJ. Divulgação: Museu Victor Meirelles/Ibram



Agenda

Hiper-museu-casa: mais além de nosso acervo

O quê: Em uma visita temática na Casa Guilherme de Almeida, os participantes pesquisam, durante a atividade, a história e outras obras dos artistas que compõem o acervo da Casa, expandindo o alcance das discussões e reflexões da visita.
Quando: Dia 17/5, das 15h às 16h30.
Onde: Casa Guilherme de Almeida (Rua Macapá, 187 - Sumaré | São Paulo - SP)
Informações: bit.ly/2JNGiDE

---

Patrimônio expandido: a cidade-museu e outras vivências hiperconectadas

O quê: Mesa-redonda como parte da 16ª Semana Nacional de Museus.
Quando: Dia 16/5, das 14h às 17h.
Onde: Curso de Museologia - UFPA (Rua Augusto Correia, 1 - Prédio anexo ao Ateliê de Artes da UFPA - Guamá | Belém - PA)
Informações: (91) 3201-7554 | cursodemuseologiaufpa@gmail.com

---

Museus hiperconectados, e agora?

O quê: Roda de conversa com Jean Felipe Rossato e Rafaela Thomaz, responsáveis pelas ações de comunicação do Museu da UFRGS.
Quando: Dia 15/5, das 16h às 18h.
Onde: Museu da UFRGS (Av. Oswaldo Aranha, 277 - Bonfim | Porto Alegre - RS)
Informações: (51) 3308-3390 | museu@museu.ufrgs.br |

---

Museus Hiperconectados no contexto do desenvolvimento local

O quê: Roda de conversa com apresentações e conversas de trabalhos acadêmicos e experiências práticas relativas aos temas cultura, educação, memória e patrimônio.
Quando: Dia 16/5, das 19h às 21h.
Onde: Museu das Culturas Dom Bosco (Av. Afonso Pena, 7000 - Parque das Nações Indígenas - Cidade Jardim | Campo Grande - MS)
Informações: (67) 3326 9788 | info@mcdb.org.br

---

Café Controverso: Museus hiperconectados

O quê: A msea redonda debaterá a inserção de tecnologias de comunicação nos museus e como novas formas de abordar o conteúdo podem atrair mais visitantes.
Quando: Dia 12/5, das 11h às 13h.
Onde: Espaço do Conhecimento UFMG (Praça da Liberdade, 700 - Lourdes | Belo Horizonte - MG)
Informações: (31) 3409 8350 | producao.conhecimento@gmail.com)

 

Cursos e oficinas

1º Encontro de Ecomuseus, Pontos de Memória e de Cultura e Museus Rurais do Pará

O quê: O evento objetiva estimular o trabalho em rede e valorizar a ideia do patrimônio como bem cultural e instrumento político transformador da sociedade. A programação faz parte da 16ª Semana de Museus.
Quando: De 14 a 19/5 de 2018. Inscrições gratuitas.
Onde: Diversos locais (consulte a programação).
Informações: tinyurl.com/encontromuseus

---

Digitalizando acervos

O quê: Oficina sobre o tema como parte da programação da 16ª Semana de Museus, com a professora Ranielly Meneses Figueiredo.
Quando: Dias 16 e 17/5, das 14h às 17h.
Onde: Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe (Rua Itabaianinha, 41 - Centro | Aracaju -SE)
Informações: (79) 3214 88491 | secretaria@ihgse.org.br

---

IX Seminário Internacional de Políticas Culturais

O quê: Nona edição do encontro de especialistas, estudiosos e interessados nas questões relativas à área de políticas culturais, promovido pela Fundação Casa de Rui Barbosa com o objetivo de divulgar trabalhos e promover debates no campo das ações políticas, das reflexões históricas, das reflexões teóricas e de práticas. A programação inclui conferências, palestras e mesas de comunicações individuais, sendo aberta ao público em geral.
Quando: De 15 a 18 de maio de 2018. Inscrições gratuitas.
Onde: Fundação Casa de Rui Barbosa (Rua São Clemente, 134 - Botafogo | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: (21) 3289.8608 | politica.cultural@rb.gov.br