Boletim eletrônico Nº 703 - Ano XV - 10 a 17 de agosto de 2018

---

Primavera dos Museus: inscrições prorrogadas até 13 de agosto

Banner218X218_SeloInscrPror

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) prorrogou para o dia 13 de agosto o prazo das inscrições para a 12ª Primavera dos Museus, que acontecerá de 17 a 23 de setembro.

Museus e instituições interessadas em participar da temporada de eventos devem preencher formulário eletrônico disponível na página do Ibram.

Com o tema “Celebrando a Educação em Museus”, a temporada de eventos propõe este ano uma reflexão sobre uma das principais funções do museu: educar e contribuir no despertar de interesse para diferentes áreas do conhecimento, a vida em sociedade, a importância das memórias e o valor do patrimônio cultural musealizado.

Acesse o texto de referência sobre o tema e o cartaz com a identidade visual da 12ª Primavera dos Museus e faça a sua inscrição. Dúvidas e outras questões podem ser enviadas para o endereço eletrônico primavera@museus.gov.br.

---

Ibram licita nova museografia para Museu Casa da Princesa

museu_casa_da_princesa_pilar_54

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) prepara nova etapa do processo de requalificação do Museu Casa da Princesa, em Pilar de Goiás (GO), vinculado a sua rede. O museu ganhará, em breve, nova museografia (apresentação de seu conteúdo ao público). Com este objetivo, foi aberta licitação destinada à contratação de empresa especializada.

A execução de novo projeto museográfico no museu, situado em antiga moradia senhorial do século XVIII (apogeu da mineração do ouro na região), exemplar da arquitetura civil colonial brasileira, readequará todo seu circuito expositivo e reserva técnica, contribuindo para melhor fruição dos bens culturais que o museu abriga e para a adequada conservação das peças.

O Ibram já preparou proposta de projeto museográfico orientadora, que abarca plano de ocupação dos espaços; projeto expográfico; e propostas de identificação visual, sinalização e iluminação. A execução do serviço inclui a produção de mobiliário e a montagem de painéis, expositores, iluminação, placas e legendas. Para mais detalhes, confira também os anexos do edital.

A contratação de serviços para execução de nova museografia para o Museu Casa da Princesa se dará por licitação na modalidade pregão eletrônico, do tipo menor preço, em regime de execução indireta. O pregão será realizado no próximo dia 15, às 10h, no Portal de Compras do Governo Federal. O valor estimado da contratação é de R$ 357,58 mil.

Requalificação - No período 2016/2017, o Museu Casa da Princesa passou por obra de restauro que refez esteios, forros, pintura e esquadrias do imóvel histórico; a intervenção física também incluiu readequação dos banheiros do edifício.

No mesmo período, a instituição teve seu plano museológico atualizado e ganhou projetos museográfico e curatorial, elaborados pela equipe do Ibram. Uma força-tarefa integrada por servidores do órgão também realizou inventário de todo o acervo do museu, composto por 1,2 mil itens que incluem documentos históricos, fotografias, mobiliário, utensílios sacros, domésticos, de trabalho e também instrumentos de tortura do período colonial.

---

Ibram inscreve até a próxima quarta para bolsas de iniciação científica

12140170_420495864814577_8130307858401869410_o

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) recebe até a próxima quarta-feira (15) inscrições para seleção de bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC). Lançada numa parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a oportunidade se destina ao financiamento de projetos de pesquisa no campo de atuação do órgão.

Serão oferecidas dez bolsas de iniciação científica no valor de R$ 400 mensais pelo período de 12 (doze) meses, sendo prorrogáveis por igual período. Podem se candidatar alunos regularmente matriculados em cursos de graduação de instituições públicas ou privadas de ensino superior reconhecidas pelo MEC que não estejam recebendo qualquer outra modalidade de bolsa.

Poderão atuar como orientadores servidores ativos do quadro técnico do Ibram que não estejam em período de licença e possuam título de doutor, além de experiência compatível com a função de orientador e formador de recursos humanos qualificados. Também será requisito a produção científica, tecnológica ou artístico-cultural comprovada nos últimos três anos.

O mérito científico dos projetos apresentados será avaliado pelo Comitê Externo da Coordenação PIBIC/CNPq/MinC/Ibram. Um dos objetivos da iniciativa é proporcionar aos bolsistas a aprendizagem de técnicas e métodos científicos relacionados ao campo dos museus, contribuindo para o desenvolvimento de sua criatividade teórica e cultural.

Os candidatos a orientador do programa deverão enviar os projetos de pesquisa para a Coordenação do PIBIC/CNPq-Ibram até o dia 15 de agosto, exclusivamente pelo e-mail mhn.pesquisa@museus.gov.br. Para mais detalhes, leia o edital.

---

Museu da Inconfidência celebra 74 anos de existência

Dimas_Guedes_3

O Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), completa neste sábado (11) seus 74 anos de existência. Um dos museus históricos mais importantes e visitados do Brasil celebrará o aniversário com programação que inclui bate papo, exibição de filmes e lançamento de livro.

A programação teve início na manhã desta sexta-feira (10) com o bate-papo aberto ao público “Sete décadas do Museu da Inconfidência”, que reuniu ex-servidores da instituição; e prossegue a partir das 14h, no cinema anexo ao museu, com exibição de filmes.

Neste sábado, das 10h às 17h, o museu comemora seu aniversário oferecendo entrada gratuita a todos os visitantes. A partir das 15h, oferece exibição de filmes para o público infantil, com distribuição de pipoca. Fechando a programação, recebe o lançamento do livro “Caminho do Ouro, Caminho do Mar”, do escritor Flávio Leão.

O museu - Inaugurado em 11 de agosto de 1944 após reformas que adaptaram o edifício à nova função, o Museu da Inconfidência está situado em prédio histórico que abrigou originalmente a antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, que teve sua construção iniciada em 1785.

Primeira do gênero a se instalar fora do litoral, a instituição foi criada no bojo de uma política de resgate da memória brasileira e constituição de uma identidade nacional, e abriga restos mortais de participantes da Inconfidência Mineira que foram degredados para a África – exumados e trazidos de volta ao Brasil, em 1937, por determinação do então presidente Getúlio Vargas.

O museu reúne ainda mais de quatro mil peças com exemplares de praticamente todas as esferas da vida sociocultural mineira dos séculos XVIII e XIX, de relevante conteúdo histórico e iconográfico, que incluem objetos diversos e obras de autores como Antônio Francisco Lisboa (Aleijadinho), Francisco Vieira Servas, Francisco Xavier de Brito, Manoel da Costa Athaide, João Nepomuceno e Armand Julien Pallière, dentre outros.

Reaberto em 2006 após obras de modernização e de reformulação expositiva, o Museu da Inconfidência recebeu em 2011 as ossadas de mais três inconfidentes, identificadas mais de 200 anos após suas mortes através de pesquisa. Desde o final de 2017, o museu conta com nova diretora, escolhida através de seleção pública promovida pelo Ibram. Saiba mais.

---

Espadas imperiais brasileiras ganham livro e debate no Museu Histórico Nacional

Espadas_Menegassi

Mais de 150 espadas imperiais brasileiras datadas do período 1822-1889 foram identificadas como resultado de vasta pesquisa realizada pelo escritor Alfonso Menegassi, cujo livro “Espadas do império brasileiro” será lançado na próxima quarta-feira (15) no Museu Histórico Nacional (MHN), que integra a rede Ibram no Rio de Janeiro (RJ).

A intenção do autor foi desvendar o universo das espadas usadas no Primeiro Reinado e Segundo Reinado. Ao longo da obra, com mais de 450 páginas e 10 mil imagens, o autor vai revelando este segmento de armas brancas, criando um paralelo com a história do Brasil.

Os modelos, fabricantes, importadores, a presença nas imagens da época e uma proposta de classificação para as espadas são algumas áreas nas quais o livro se debruça.

Outra questão que Menegassi destaca é o porquê de termos nossos próprios modelos e padrões de espadas, referendados inclusive por decretos imperiais. Segundo o autor, a intenção é criar espaço para uma “ampla e saudável discussão, descortinando segredos que muitos guardavam a sete chaves”.

Após o lançamento do livro, acontece uma conversa entre Alfonso Menegassi e convidados: o historiador e diretor do MHN, Paulo Knauss; o arquiteto e também pesquisador do tema José Luis Lorenzi Lima; e Luiz Fernando Folly, escritor e presidente da Fundação Dom João VI. A atividade acontece no auditório do MHN, a partir das 15h, e tem entrada franca.

O autor Carioca, Alfonso Menegassi mudou-se para Porto Alegre (RS) ainda nos anos 1970. Os estudos no Colégio Militar da capital gaúcha foram a porta de entrada para seu interesse por armas e estrutura militar.

Com formação nas áreas de Educação Física e Odontologia, vive hoje em Camboriú (SC), onde desenvolve suas pesquisas sobre o tema. Entre suas próximas obras está um estudo específico sobre as espadas imperiais constantes nos acervos dos museus brasileiros.

O Museu Histórico Nacional localiza-se à Praça Marechal Âncora, no centro do Rio de Janeiro. Saiba mais.

---

Casa de Rui Barbosa inscreve até segunda para mestrado em Memória e Acervos

crb-mestrado-acervos-interna

A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) recebe até a próxima segunda-feira (13) inscrições para edital que oferece até 16 vagas para a turma 2019 de seu Curso de Mestrado Profissional em Memória e Acervos.

O curso é gratuito, com duração de dois anos, e tem como principal objetivo a formação de gestores, profissionais e pesquisadores que atuam com acervos públicos e privados de natureza arquivística, museológica ou bibliográfica, sendo também aberto a estudantes recém-egressos da graduação e ao público em geral em busca de formação profissional na área. As aulas acontecem de segunda a sexta, das 18h às 22h.

O Programa de Pós-Graduação em Memória e Acervos possui duas linhas de pesquisa: “Patrimônio Documental: Representação, Gerenciamento e Preservação de Espaços de Memória”; e “Práticas Críticas em Acervos: Difusão, Acesso, Uso e Apropriação do Patrimônio Documental Material e Imaterial”.

As inscrições podem ser feitas no site da FCRB. É exigido comprovante de pagamento de taxa no valor de R$ 100. Para mais detalhes, leia o Edital de Seleção.

---

200 anos de museus no Brasil: seminário contou com mais de mil participantes

seminario CCBB

Realizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e patrocinado pelo Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), o seminário “200 anos de Museus no Brasil: Desafios e Perspectivas” reuniu importantes nomes do segmento no Rio de Janeiro (RJ) entre os dias 30 de julho a 3 de agosto. O evento, que aconteceu no CCBB Rio, reuniu 1.107 participantes e, segundo os organizadores, superou as expectativas devido à grande participação do público e à qualidade das discussões temáticas promovidas durante a realização das mesas-redondas.

O seminário debateu com solidez o percurso histórico de constituição e consolidação dos museus no Brasil em toda sua diversidade e abrangência, analisando as contribuições trazidas para a cultura brasileira e os desafios e perspectivas neste campo. A apresentação de projetos desenvolvidos por museus brasileiros proporcionou a oportunidade para que o público conhecesse mais de perto ações de sucesso no âmbito da educação museal, dos museus de ciências, da presença da memória afro-brasileiras, dos museus de Arqueologia, Antropologia e de História.

Foi marcante na programação do evento a presença das memórias de grupos sociais. Entre os temas abordados, destaque para a mesa composta por mulheres que tratou do tema “A Presença das Memórias Afro-brasileiras nos museus”, representadas por Renata Bittencourt (Ibram), Graça Teixeira (Museu Afro-Brasileiro/UFBA), Clara Paulino (Secretaria Estadual de Cultura do Rio de Janeiro), Nilcemar Nogueira (secretária municipal de Cultura do Rio de Janeiro) e Lilia Schwarcz (Museu de Arte de São Paulo/MASP).

“O seminário evidenciou o amadurecimento do campo museológico brasileiro na reflexão sobre os desafios que se apresentam ao setor cultural do país na atualidade", avaliou o presidente do Ibram, Marcelo Araujo. "O público presente foi extremamente participativo e, sem dúvida, teve uma experiência bastante positiva, compartilhando reflexões muito consistentes sobre fazeres e saberes dos museus brasileiros. Espero que possamos ampliar esse diálogo prosseguindo com iniciativas bem sucedidas como esta e com parcerias importantes, como a do CCBB, que nos permitiu a realização do evento”, concluiu.

(Foto: Vítor Kruter)

 

Agendas

PaLarva - Poesia Visual e Sonora de Paulo Bruscky

O quê: A exposição apresenta a primeira retrospectiva da produção de poesia visual e sonora do artista pernambucano, desde a década de 1960 até os dias de hoje. Paulo Bruscky é artista multimídia e poeta pioneiro na utilização de mídias contemporâneas como a arte postal, audioarte, videoarte e arte xerox; além de ser um dos principais nomes da arte conceitual brasileira. A mostra apresenta obras inéditas do artista e registro de performances.
Quando: De 8/8 a 30/9. Terça a domingo, das 9h às 21h. Entrada franca.
Onde: CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4 | Brasília - DF)
Informações: (61) 3206 9448 | www.caixacultural.gov.br

---

VII Semana Tupã

O quê: Realizada em Comemoração ao Dia Internacional dos Povos Indígenas (9 de agosto), a ação traz oficinas ministradas e visitas mediadas por indígenas, além de exibição de documentários sobre o tema.
Quando: De 14 a 18/8. Entrada gratuita.
Onde: Museu H. P. Índia Vanuíre (Rua Coroados, 521 | Tupã - SP)
Informações: (14) 3491 2333

---

A Ditadura na Tela

O quê: A 7ª edição da mostra apresenta filmes nacionais recentes que abordam aspectos distintos das memórias da ditadura militar no Brasil (1964-1985), em sessões comentadas com a participação dos diretores. Desta vez, serão exibidos os documentários “Retratos de Identificação”, “1968 - a Greve de Contagem” e “Soldados do Araguaia”, seguidos respectivamente de debates com os diretores Anita Leandro e Carlos Pronzato e com o professor Dr. Rodrigo Patto Sá Motta (UFMG).
Quando: Dias 7, 21 e 28/8, sempre às 19h. Entrada gratuita.
Onde: Museu da Imagem e do Som (Av. Álvares Cabral, 560 - Centro | Belo Horizonte - MG)
Informações: (31) 3277 4131

---

Mês das Culturas da Gente

O quê: Durante o mês de agosto, o Museu da Gente Sergipana celebra a cultura popular de Sergipe, suas releituras e reinvenções com programação que inclui cortejo de grupos culturais, lançamento de livro e documentário, ações educativas, bate papo e show musical.
Quando: Dias 8, 15, 16, 22 e 29/8. Entrada gratuita.
Onde: Museu da Gente Sergipana (Av. Ivo do Prado, 398 - Centro | Aracaju - SE)
Informações: (79) 3218 1551 | www.museudagentesergipana.com.br

---

10ª Mostra de Arte Nikkei de Brasília

O quê: Promovida pela embaixada do Japão, a exposição celebra os 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil (1908-2018). Os trabalhos apresentados são produzidos por descendentes de famílias japonesas que nasceram em outros países, também denominados Nikkei. Entre eles estão: Dina Mae, Luiza Kotaira, Luya Kuwae, Marielise Suzuki, Mariza Horita, Masako Ishikiriyama, Nobuo Nakatani, Rosa Motoki e Toshio Nakamura. São desenhos, aquarelas, pinturas em óleo, acrílica e esculturas que representam a rica cultura japonesa. Entrada franca.
Quando: Até 15/08, das 8h às 20h.
Onde: Galeria de Arte do Templo da Boa Vontade (SGAS I - Quadra 915 Sul | Brasília – DF)
Informações: (61) 3114.1070

 

Cursos e oficinas

Oficina do Programa de Capacitação Museológica do SEM/SC

O quê: A oficina abordará os seguintes conteúdos: Plano Museológico na legislação brasileira (Lei 11.904/09 e Decreto 8.124/13); Conceitos de planejamento estratégico e gestão dos museus; Elaboração de Plano Museológico: caracterização, planejamento conceitual, diagnósticos e objetivos estratégicos; Elaboração dos programas; Elaboração de projetos; Monitoramento e revisão do Plano Museológico. Carga horária: 16 horas. Vagas limitadas. Inscrições gratuitas.
Quando: 14 e 15/08, em Criciúma. 16 e 17/08, em Florianópolis.
Onde: Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC (em Criciúma) | Museu de Arte de Santa Catarina, Centro Integrado de Cultura – CIC (em Florianópolis)
Informações: (48) 3664.2555 | Fundação Catarinense de Cultura

---

Histórias da arte: moderna e contemporânea

O quê: O curso tem por objeto a produção artística da segunda metade do séc. XIX até os dias atuais, propondo abordar os artistas e suas obras à luz de questões de ordem formal, filosófica e social relevantes a seus contextos. Ministrado por Daniel Jablonski.
Quando: de 13/8 a 10/12. Segundas, das 19h30 às 21h30.
Onde: Museu de Arte de São Paulo (Av. Paulista, 1578 | São Paulo - SP)
Informações: masp.org.br/escola

---

Conversando sobre Museu

O quê: O evento abordará nesta edição o tema Educação e Museu, com a participação da historiadora Elaine Cristina Machado, do historiador Gerson Machado e da arte-educadora Maria Helena Rosa Barbosa
Quando: Dia 20/8, das 13h30 às 16h30. Inscrições gratuitas (site abaixo).
Onde: Museu Arqueológico de Sambaqui de Joinville (Rua Dona Francisca, 600 - Centro | Joinville - SC)
Informações: https://bit.ly/2yJUwnH 

---

Bolsa IMS de Pesquisa em Fotografia

O quê: Com o objetivo de incentivar a pesquisa sobre a história da fotografia brasileira e o estudo do seu acervo, o Instituto Moreira Salles promove a primeira edição da Bolsa IMS de Pesquisa em Fotografia. Será selecionado um projeto inédito baseado na produção de Marc Ferrez (1843-1923), um dos mais importantes fotógrafos brasileiros do século XIX, cuja obra está sob a guarda do Instituto desde 1998. Os projetos inscritos devem se basear em um dos seguintes eixos temáticos: “Ferrovias na obra de Marc Ferrez”; “Marc Ferrez empresário da imagem” e “Marc Ferrez, anos de formação e início de trajetória (1863-1875)”. O pesquisador contemplado receberá o valor total de R$ 30 mil, ao longo de um ano.
Quando: Inscrições até 31/8, no link https://ims.com.br/2018/07/10/bolsa-de-pesquisa-em-fotografia-informacoes-2018/
Onde: Instituto Moreira Salles
Informações: ims.com.br