Boletim eletrônico Nº 705 - Ano XV - 25 a 31 de agosto de 2018

---

Exportação de bens culturais: consulta pública recebe contribuições até a próxima quinta

coroa

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) recebem até a próxima quinta-feira (30) contribuições para consulta pública sobre resolução normativa que vai estabelecer parâmetros para a autorização à exportação temporária de bens culturais brasileiros.

Voltada ao combate do tráfico ilícito de bens culturais, a normativa terá como foco bens cuja saída definitiva do Brasil seja proibida e define procedimentos para a concessão de autorização, a cargo do Iphan, para sua exportação.

A norma vai revogar a atual Portaria IBPC nº 262/1992 e definir o trâmite entre Iphan e Ibram, a forma dos pedidos e respectivos documentos e prazos, além das sanções legais em caso de descumprimento.

Iphan e Ibram já produziram minuta para a resolução normativa, que pode receber contribuições da sociedade até o encerramento da consulta pública. Interessados podem enviar propostas de alteração ao texto para os endereços eletrônicos consulta.publica@iphan.gov.br e consultapublica@museus.gov.br utilizando formulário disponibilizado para comentários e sugestões.

A mensagem deve informar para qual artigo da minuta de resolução normativa a contribuição se dirige, contendo proposta de alteração que deve ser complementada por uma justificativa. As contribuições poderão ser enviadas até o dia 30 de agosto. Para mais detalhes e acesso aos documentos necessários, acesse a página da consulta pública.

---

Pijama usado por Vargas em suicídio volta à exposição do Museu da República

39570037_2056242667727540_7782311114913611776_o

Item do acervo da instituição mais presente no imaginário popular brasileiro e um dos bens musealizados mais representativos de nossa história política recente, o paletó do pijama que o ex-presidente Getúlio Vargas trajava na noite em que cometeu suicídio, em 24 de agosto de 1954, voltou a ser exposto no Museu da República, no Rio de Janeiro (RJ), na última terça-feira (21).

A peça de seda, caracterizada pelo monograma GV bordado no bolso, manchas de sangue e pólvora, volta a ser exibida em suporte e vitrine naquele que foi o quarto de Vargas, no terceiro andar do antigo Palácio do Catete, sede do governo federal até 1960, após 9 meses de resguardo na reserva técnica do museu, que é vinculado ao Ibram.

Para garantir sua conservação, o paletó do pijama passa dois terços do ano acondicionado em local com microclima controlado e na posição horizontal, o que evita o tensionamento e esgarçamento de suas fibras, além de protegê-lo dos efeitos da luz – maior causador de danos a acervos têxteis. Durante este período, a peça é substituída por imagem em alta resolução.

O cuidado garante a preservação de um testemunho do gesto histórico que redirecionou a cena política do Brasil, encerrando de forma trágica um mandato iniciado sob forte aclamação pública, e que completa 64 anos de ocorrido nesta sexta-feira (24).

Na ocasião, a peça estará disponível para visitação pública no antigo quarto de Vargas, onde parte da mobília continua disposta da forma como estava em sua última noite de vida. Também são exibidos no quarto o revólver Colt 32 de propriedade do ex-presidente, que o teria comprado para o suicídio, e a bala que o matou. Leia a matéria completa.

---

Museu das Bandeiras mede eficiência energética em parceria com o IFG

DSC_0059-min

Em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG), o Museu das Bandeiras, vinculado à rede Ibram e situado na cidade histórica de Goiás (GO), deu início na última quarta-feira (22) a um projeto que vai avaliar sua eficiência energética.

O museu integra o projeto “Avaliação de eficiência energética em edificações históricas da cidade de Goiás”, realizado pelo estudante Carlomar Alves e supervisionado pela professora Pammila Rodrigues Japiassú. A pesquisa tem como objetivo caracterizar edificações históricas da cidade de Goiás para a análise de desempenho térmico e energético, através de levantamento de dados durante visitas técnicas.

Situado na antiga Casa de Câmara e Cadeia da cidade, construção do séc. XVIII, o Museu das Bandeiras disponibilizará informações sobre suas características construtivas, arquitetônicas, de uso e ocupação, que influenciam no desempenho energético. Os levantamentos de dados e medições in loco para caracterização da edificação estão sendo realizados com uso de técnicas e métodos não destrutivos.

A pesquisa tem como foco a redução do consumo energético de construções históricas como a que sedia o Museu das Bandeiras, além da melhoria no conforto ambiental. A ideia é buscar edifícios históricos mais eficientes em termos energéticos e que atendam às demandas dos usuários, o que pode estimular o uso, ocupação e conservação desses imóveis, garantindo sua vitalidade.

---

MAB recebe prêmio por Repatriação Digital do Acervo Afro-Pernambucano

image1

O projeto Repatriação Digital do Acervo Afro-Pernambucano, iniciativa do Museu da Abolição (MAB), vinculado ao Ibram, em parceria com o Centro Cultural de São Paulo e o Museu AfroDigital, foi contemplando com o prêmio Ayrton de Almeida Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco. A premiação foi entregue na última sexta-feira (17), em Recife (PE).

O projeto consistiu na repatriação digital de objetos confiscados de terreiros pernambucanos que foram cedidos pelas autoridades policiais à Missão de Pesquisas Folclóricas Mário de Andrade durante sua passagem pelo Recife, em 1938, e hoje se encontram sob a guarda do Centro Cultural de São Paulo.

O trabalho foi desenvolvido pela equipe técnica do Museu da Abolição e pelo produtor cultural e antropólogo Charles Douglas Martins com recursos do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura PE).

A iniciativa foi agraciada com o primeiro lugar na categoria de Promoção e Difusão por garantir a acessibilidade dos objetos a pesquisadores, descendentes de terreiros e públicos em geral, se destacando por sua inovadora expografia, concebida e executada por Charles Martins, que utiliza fotografias em 360º/3D.

Além de ampliar a acessibilidade a este acervo, o projeto contribui como subsídio didático no auxílio ao ensino sobre a história da cultura afro-brasileira. As fotografias passam a fazer parte do acervo digital do Museu da Abolição e estão disponíveis na exposição virtual do Museu Afro Digital.

---

Museu Victor Meirelles abre chamada para publicação na Revista Ventilando Acervos

A Revista Eletrônica Ventilando Acervos convida pesquisadores e profissionais de museus brasileiros e do exterior a compartilhar com a comunidade de leitores interessados suas reflexões e atividades realizadas na área da gestão de acervos em museus. Serão selecionados trabalhos nas modalidades Artigos, Entrevistas, Relatos de experiências e Resenhas de livros, filmes ou exposições.

Os trabalhos devem estar de acordo com os temas de interesse da Revista: 1) Gestão de Acervos em museus: bases conceituais, diretrizes internacionais, história da Museologia, da Documentação e da Gestão de acervos arquivísticos, bibliográficos e museológicos em museus; 2) Colecionismo: debates em torno de coleções públicas ou privadas e reflexões sobre nossa relação com o patrimônio na construção e afirmação de identidades e memórias; e 3) Experiências de elaboração e uso de Política de Acervos: influências teóricas e conceituais, métodos utilizados, atores e recursos, atualizações de práticas de conservação, documentação e comunicação de coleções.

Os trabalhos devem ser enviados até o dia 15 de outubro de 2018, para o endereço eletrônico reva@museus.gov.br e o assunto da mensagem deve indicar “Inscrição de trabalho”. O resultado dos trabalhos selecionados será divulgado até dia 19 de novembro de 2018. Confira as Normas de Publicação aqui.

A Revista

A Revista Ventilando Acervos é uma revista eletrônica com periodicidade anual, organizada pelo Grupo de Estudos Política de Acervos, publicada pelo Museu Victor Meirelles/Ibram e com apoio da Associação de Amigos do Museu Victor Meirelles.

Dedicada a reunir e socializar práticas e conhecimentos acerca da gestão de acervos em museus, a revista busca reunir um arcabouço teórico para auxiliar os museus a elaborar suas Políticas de Acervos, trocando práticas e exemplos de referência para reflexão sobre as atividades realizadas, os profissionais envolvidos, as dificuldades encontradas e os caminhos escolhidos.

---

Publicada a lista de projetos habilitados ao Prêmio Ibermuseus de Educação 2018

Ibermuseos_Banner__Premio3-250x166

O Programa Ibermuseus divulgou na última quarta-feira (22) a lista de projetos habilitados ao Prêmio Ibermuseus de Educação 2018. A convocatória é voltada ao reconhecimento e fomento de iniciativas consideradas incrementadoras do potencial educativo dos museus nos 22 países da América Latina e na Península Ibérica. Confira a lista.

As instituições responsáveis pelos projetos não habilitados poderão apresentar recurso até o dia 5 de setembro através do endereço eletrônico convocatorias@ibermuseus.org, devendo solicitar o motivo da inabilitação e o formulário correspondente, que deverá ser preenchido e anexado aos documentos observados.

O prazo para a apresentação de recursos encerra no dia 5 de setembro. O resultado final será divulgado até 31 de dezembro, quando serão premiados três projetos na Categoria I (voltada ao reconhecimento de projetos realizados ou em execução) e cinco na Categoria II (fomento a novos projetos), com um total de US$ 75 mil.

Em oito edições já realizadas, o Prêmio Ibermuseus de Educação recebeu um total de 1.043 projetos inscritos, sendo 61 projetos premiados e 131 reconhecidos com Menção Honrosa, com mais de US$ 470 mil distribuídos em premiações.

 

Agendas

Quilombo do Rosário

O quê: A mostra traz obras de Arthur Bispo do Rosário, Stela do Patrocínio e Antonio Bragança - que foram internos na Colônia Juliano Moreira - em diálogo com a produção de artistas contemporâneos como Rosana Paulino, Sonia Gomes, Mulheres de Pedra, Ton Bezerra, Atelier Gaia, Dona Tuca e Jorge dos Anjos, além de uma colaboração com o Quilombo do Camorim, localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Guiado pelo inédito mapa da África de Bispo, Quilombo do Rosário constrói uma cartografia entre os mecanismos de opressão impostos pelo paradigma colonizador ao arrancar sujeitos de seus territórios - sejam eles físicos ou mentais - bem como as formas de resistência e reinvenção que fazem frente à essas forças.
Quando: De 25/8 a 1º/3 de 2019. Terça a sexta, das 10h às 17h.
Onde: Museu Bispo do Rosário de Arte Contemporânea (Estrada Rodrigues Caldas, 3400, Taquara - Jacarepaguá | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: (21) 3432-2402 | www.museubispodorosario.com

---

Mário de Andrade: uma missão de vida ou morte

O quê: A mostra homenageia os 80 anos da Missão de Pesquisas Folclóricas, idealizada por Mário de Andrade, enquanto foi diretor do Departamento de Cultura de São Paulo. A exposição traz documentos da expedição, instrumentos musicais e objetos etnográficos recolhidos pela equipe chefiada por Mário em 1938.
Quando: De 30/8 a 11/11, das 10h às 18h.
Onde: Casa Mário de Andrade (Rua Lopes Chaves, 546 | São Paulo - SP)
Informações: (11) 3666-5803 | www.casamariodeandrade.org.br

---

São Francisco na Arte de Mestres Italianos

O quê: A exposição traz pela primeira vez ao Brasil 20 pinturas realizadas entre os séculos XV e XVIII, que integram importantes coleções italianas, de artistas como Tiziano Vecellio, Perugino, Orazio Gentileschi, Guido Reni, Guercino, Carracci e Cigoli.
Quando: De 8/8 a 21/10. Terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h. Entrada gratuita.
Onde: Casa Fiat de Cultura (Praça da Liberdade, 10 - Funcionários | Belo Horizonte - MG)
Informações: (31) 3289-8900 | www.casafiatdecultura.com.br

---

Queermuseu: Cartografias da Diferença na Arte Brasileira

O quê: A exposição explora a expressão e identidade de gênero, a diversidade e a diferença na arte brasileira por meio de um conjunto de obras que percorrem um arco histórico de meados do século XX até a atualidade. A mostra reúne 264 obras de 85 artistas, dentre eles: Adriana Varejão, Alfredo Volpi, Bia Leite, Cândido Portnari, Cibelle Cavalli Bastos, Leonilson, Lygia Clark, Pedro Américo, Roberto Cidade e Sidney Amaral. Provenientes de coleções públicas e privadas, as obras são igualmente representativas da diversidade estética, geográfica e geracional da produção artística do Brasil.
Quando: De 18/8 a 16/9. Segunda a sexta, das 12h às 20h; sábados e domingos, das 10h às 17h.
Onde: Escola de Artes Visuais do Parque Lage (Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico | Rio de Janeiro – RJ)
Informações: eavparquelage.rj.gov.br/queermuseu/

---

Daqui pra Frente – Arte Contemporânea em Angola

O quê: A exposição apresenta obras da produção recente de três artistas contemporâneos angolanos: Délio Jasse, Mónica de Miranda e Yonamine. As fotografias, vídeos e instalações fazem um mapeamento da fronteira estética entre a Angola de hoje e as imagens de um passado colonial recente. A produção dos três artistas expõe as tensões nas relações entre a ex-colônia e o colonizador, questionando-as sobre diferentes óticas.
Quando: De 8/8 a 30/9. Terça-feira a domingo, das 9h às 21h. Entrada franca.
Onde: Caixa Cultural Brasília (SBS – Quadra 4 – Lotes 3/4 | Brasília – DF)
Informações: (61) 3206-9448 | www.caixacultural.com.br

---

Nos trilhos da liberdade

O quê: A mostra comemora os 140 anos de inauguração das estações ferroviárias dos bairros de Campo Grande e de Santa Cruz, no Rio de Janeiro (RJ), e os 130 anos da abolição da escravidão, ocupando escolas e espaços culturais da cidade, em diferentes bairros, para difundir saberes sobre o patrimônio material de Santa Cruz, Paciência, Cosmos e Campo Grande.
Quando: Até 30/9.
Onde: Escolas e espaços culturais de Santa Cruz e bairros vizinhos (Rio de Janeiro - RJ)
Informações: https://bit.ly/2N0yfVb

---

Irving Penn: centenário

O quê: A retrospectiva em homenagem aos 100 anos de nascimento do fotógrafo norte-americano Irving Penn apresentará, nas galerias 2 e 3 do #IMSPaulista, mais de 230 fotografias concebidas ao longo de quase 70 anos de carreira, além de cerca de 20 periódicos. mostra revela outras facetas além do conhecido trabalho do fotógrafo americano com a moda, como retratos de ícones culturais, nus, cliques de viagem e séries conceituais.
Quando: De 21/8 a 18/11. Terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 10h às 20h. Quinta, exceto feriados, das 10h às 22h.
Onde: IMS Paulista (Avenida Paulista, 2424 | São Paulo - SP
Informações: (11) 2842-9120 | http://irvingpenn.ims.com.br

 

Cursos e oficinas

Museus para todos

O quê: Encontro intersaberes com as palestras "Museum Next: Inovação e Regeneração em Museus" (Lucimara Letelier - Museu Vivo) e "#Ofbyforall: O Museu de, por, para Tod@as" (Luis Marcelo Mendes - Cultivia).
Quando: Dia 28/8, às 14h. Entrada franca, limitada à lotação do espaço.
Onde: Museu de Arte do Rio - MAR (Praça Mauá, 5 - Centro | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: pecs@candidomendes.edu.br

---

IX Seminário Memória, Documentação e Pesquisa

O quê: Organizado pela Divisão de Memória Institucional do Sistema de Bibliotecas e Informação (SIBI) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o evento abordará o tema "Políticas de preservação, disseminação, processamento técnico e segurança de acervos raros nas instituições públicas".
Quando: Dias 18 e 19/9.
Onde: UFRJ – Auditório do Colégio Brasileiro de Altos Estudos - CBAE (Rio de Janeiro - RJ)
Informações: memoria.sibi.ufrj.br

---

Fórum Acervos Arqueológicos: por uma política de preservação do patrimônio arqueológico brasileiro

O quê: Organizado pela Sociedade de Arqueologia Braileira (SAB) e pela Rede de Museus e Acervos de Arqueologia e Etnologia (REMAAE), o evento é destinado à apresentação de experiências e reflexões nas áreas de Arqueologia, Conservação e Museologia. A programação inclui mesas redondas, palestras e comunicações coordenadas.
Quando: De 28 a 30/8. Inscrições para ouvintes até 28/8.
Onde: Museu Histórico Nacional (Praça Mal. Âncora, s/n - Centro | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: acervosarqueologicos.wordpress.com/programacao