Boletim eletrônico Nº 706 - Ano XV - 31 de agosto a 6 de setembro de 2018

---

Modernização de Museus: edital recebe inscrições até a próxima quinta

39196355_2171196699574728_8539085439095537664_n

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) recebe até a próxima quinta-feira (6) inscrições para a 4ª edição do edital Modernização de Museus – Prêmios. O edital vai contemplar 28 projetos com R$ 100 mil cada, totalizando R$ 2,8 milhões voltados a iniciativas bem-sucedidas de modernização e preservação do patrimônio museológico implementadas por instituições museológicas ou por mantenedores de museus no período de 2015 a 2018.

A premiação poderá ser utilizada no desenvolvimento de ações e estudos estratégicos para a modernização de instituição museológica, inclusive gestão e sustentabilidade; manutenção das ações/programações museológicas regulares; setor educativo; exposições; preservação e digitalização de acervos museológicos; atividade editorial e curatorial em instituição museológica; e capacitação de funcionários e gestores para atividades específicas no campo museológico.

Também serão contemplados a reforma, reaparelhamento e modernização de museus (infraestrutura); adaptação de espaços para acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida e pessoas com deficiência; ações de difusão, divulgação e promoção institucional; e ações para prevenção de riscos ao patrimônio museológico (implementação de plano de gestão de riscos, plano de emergência, plano de segurança para intervenções em bens imóveis).

Todo o processo de inscrições, seleção e envio de documentos será realizado por meio digital através do Sistema SalicWeb e do e-mail: fomento@museus.gov.br. Para mais detalhes, leia o edital.

---

MAI disponibiliza a publicação ‘Inventário Participativo Pessoas e Memórias’

Capa Livro Inventario Participativo MAI

O Museu de Arqueologia de Itaipu (MAI/Ibram) disponibilizou essa semana o livro Inventário Participativo Pessoas e Memórias. A publicação foi produzida, organizada e escrita pela equipe do museu em conjunto com vários moradores e pescadores tradicionais da região da Região Oceânica de Niterói (RJ).

O livro reúne as entrevistas realizadas com 40 moradores de Itaipu, indicados pela própria comunidade, e é ilustrado com imagens do fotógrafo Ruy Lopes – que retratam a região nas décadas de 60, 70 e 80 -, e que hoje fazem parte do acervo do MAI. Além disso, a publicação inclui um Mapa dos Pontos de Pesca e um Glossário com as expressões utilizadas nas falas originais dos entrevistados, preservadas na transcrição dos textos.

Situado dentro do território pesqueiro de Itaipu, o MAI desenvolve trabalhos com os pescadores tradicionais desde 2010 e inclui em suas ações educativas e exposições informações sobre a importância sociocultural da pesca e dos pescadores da região. A partir desse contato, foi identificada como ação prioritária a necessidade da valorização e preservação das memórias locais.

---

Museu da República já inscreve para seminário sobre função educacional dos museus

1378833_488855147879752_1230524781_n

O Museu da República, no Rio de Janeiro (RJ), abriu na última quarta-feira (29) inscrições para o seminário "A função educacional dos museus: 60 anos depois”, que a instituição promove de 18 a 21 de setembro.

O seminário tem como objetivo realizar um balanço da educação em museus seis décadas após o Seminário Regional da Unesco, sobre este tema, ocorrido em 1958 na cidade do Rio de Janeiro – considerado um marco internacional neste campo. Objetiva também debater o cenário atual da educação museal e traçar perspectivas para o setor.

A programação contará com falas de representantes de museus e especialistas convidados sobre vários aspectos relacionados ao tema e debates com participação direta do público. O seminário contará com a participação de representantes da Unesco e do Conselho Internacional de Museus (ICOM) no Brasil, além do presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

As atividades programadas serão espalhadas pelo Museu da República, Palácio Rio Negro, Museu Histórico Nacional, Museu Imperial, Fundação Casa de Rui Barbosa, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM Rio) e Museu das Remoções. A organização do seminário oferecerá transporte para os deslocamentos mais longos aos primeiros inscritos que desejarem o serviço.

Confira a programação completa do seminário "A função educacional dos museus: 60 anos depois” e garanta sua inscrição online.

---

Arte tradicional e experimental ocupa museus Ibram em MG a partir de sábado

32768333_1670392043048199_1129291548026994688_o

Um dos museus históricos e artísticos mais tradicionais do Brasil, o Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), terá ambientes de seu prédio histórico e anexo ocupados, a partir deste sábado (1º), pela arte experimental. A exposição Estadia: exibirá obras de cinco artistas contemporâneos mineiros: Andrea Lanna, Daisy Turrer, Liliza Mendes, Roberto Bethônico e Rodrigo Borges.

Os autores integram o Grassar: ações continuadas em arte, grupo de artistas-professores-pesquisadores dos departamentos de Artes Plásticas e Desenho da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) reunidos com o objetivo de promover práticas artísticas a partir das experiências compartilhadas em pesquisa, exposições, colóquios, publicações e edições.

Na exposição, o grupo vai compartilhar com o público pesquisas em andamento, apresentando trabalhos “em processo” que dialogarão com as camadas de memória, história e arquitetura do Museu da Inconfidência. Serão exibidas nas diversas salas do museu – incluindo o Panteão dos Inconfidentes – e seu edifício anexo intervenções com diversos temas ligados ao museu e vários suportes, como pintura, escultura, fotografia e material adesivo.

A exposição ficará em cartaz até 30 de setembro e pode ser visitada de terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Acompanhe o Museu da Inconfidência.

Tradição – No Museu do Diamante, em Diamantina (MG), será aberta também neste sábado (1º) exposição que celebra a vocação artesanal do Vale do Jequitinhonha e a herança artístico-cultural portuguesa ainda viva na cidade.

O museu exibirá exemplares de tapetes de arraiolos (espécie de bordado português) produzidos em 17 núcleos da região por cerca de 500 tapeceiras, com o objetivo de melhorar as condições de vida das artesãs por meio do aumento do nível de renda. A exposição foi selecionada em edital de ocupação do museu. Também está programada oficina sobre o tema de 25 a 30 de setembro. Acompanhe o Museu do Diamante.

---

Fórum produz documento com propostas para a arqueologia brasileira

Forum_Acervos_Arqueologicos2_MHN

Entre os dias 28 e 30 de agosto, o Museu Histórico Nacional (MHN) recebeu pesquisadores e profissionais das áreas de Arqueologia, Conservação e Museologia para o Fórum Acervos Arqueológicos, com o objetivo de formatar um plano de ação para a preservação e gestão dos bens arqueológicos do país.

A elaboração da proposta teve como base as recomendações da Rede de Museus e Acervos Arqueológicos (REMAAE), deliberadas no 7º Fórum Nacional de Museus, e da Sociedade de Arqueologia Brasileira (SAB), deliberadas no Fórum da SAB – ambos realizados no ano passado.

Diálogo e colaboração

A Carta de Prioridades para ações articuladas sobre acervos arqueológicos está organizada em 13 eixos, tem 35 propostas e traz ainda duas moções. Uma das moções propõe que o Museu de Arqueologia de Itaipu (RJ), único museu de arqueologia da rede Ibram, seja um “espaço de experimentações e diálogos no tocante à gestão e musealização dos bens arqueológicos”, abrindo-se ainda para a discussão e aplicação da Carta.

O presidente do Ibram, Marcelo Araujo, salientou durante o evento a importância da colaboração entre as áreas para a construção de políticas para a arqueologia brasileira envolvendo, além dos órgãos federais, universidades e entidades setoriais, as instituições museais.

O Fórum Acervos Arqueológicos foi organizado pelo GT Acervos da SAB, pela REMAAE e MHN, e contou com o apoio do Ibram, Iphan e Associação Brasileira de Conservadores-Restauradores de Bens Culturais (Abracor).

---

Ibermuseus inscreve até 25 de setembro para bolsas de capacitação

Ibermuseos_Banner_Bolsas3

O Programa Ibermuseus recebe até 25 de setembro inscrições para o edital Bolsas Ibermuseus de Capacitação 2018, que busca fortalecer as competências e conhecimentos dos profissionais de museus por meio de formações teóricas e práticas.

A terceira edição do edital concederá bolsas em duas categorias: a Categoria I é voltada à participação em atividades de curta duração (entre 2 e 5 dias); e a Categoria II à realização de residências em museus públicos ou mistos para o desenvolvimento de projetos de pesquisa.

Podem candidatar-se trabalhadores de museus e instituições públicas do setor museal dos 12 países membros do Programa Ibermuseus, para realização de atividades em museus públicos ou mistos de qualquer dos 22 países da região ibero-americana.

As bolsas são destinadas ao custeio de transporte, seguro de viagem e alojamento. As atividades poderão ser realizadas até 30 de abril de 2019. Para mais informações, leia a Convocatória Completa e o Guia de Candidatura.

---

Chamada aberta para iniciativas de proteção ao patrimônio documental sob ameaça

2018-Open-Call-Documentary-Heritage-Page

A organização holandesa Fundo Príncipe Claus, por meio do Programa de Resposta Emergencial Cultural, em parceria com a Fundação Whiting, está recebendo propostas de organizações que tenham iniciativas de proteção a documentos históricos que estejam sob ameaça em razão de conflitos ou desastres.

Podem ser apresentadas propostas que prevejam a proteção de livros raros, arquivos, registros e outros tipos de patrimônio documental histórico que possam estar em risco. O apoio oferecido pelo Fundo é de até quinze mil euros.

Organizações interessadas podem submeter propostas até o próximo dia 16 de setembro. Mais informações poderão ser encontradas na página eletrônica do Fundo Príncipe Claus.

 

Agendas

Jean-Michel Basquiat – Obras da Coleção Mugrabi

O quê: Maior exposição de Jean-Michel Basquiat (1960-1988) já realizada na América Latina, com sucesso de público em suas passagens por São Paulo e Brasília, a mostra apresenta mais de 80 quadros, desenhos e gravuras do artista que desenvolveu um estilo novo e expressivo e tornou-se um dos destaques da retomada da pintura figurativa na década de 1980, personificando o caráter de Nova Iorque nos anos 70 e 80, quando a mistura de empolgação e decadência criou um paraíso de criatividade.
Quando: De 14/7 a 24/9. Quarta a segunda, das 9h às 21h.
Onde: Centro Cultural Banco do Brasil Belo Horizonte (Praça da Liberdade, 450 – Funcionários | Belo Horizonte - MG)
Informações: (31) 3431-9400 | culturabancodobrasil.com.br

---

Luz = Matéria

O quê: A exposição, com obras do acervo do MON, tem dois segmentos: “Luz” apresenta nomes como Claudio Alvarez, Alfredo Andersen, José Bechara, Maureen Bisilliat, Martin Chambi, Flavio Damm, Theodoro de Bona, Alberto Guignard, Julio Le Parc, Abraham Palatnik, Vik Muniz, Daniel Senise, entre outros. Já na segunda parte, “Matéria”, foram selecionados trabalhos de Tomie Ohtake, Efigênia Rolim, Julio Le Parc, Anna Mariah Comodos, Bernadete Amorim, Regina Silveira, Iberê Camargo, Daniel Senise, Francisco Brennand, João Turin, Joan Miró, Emanoel Araújo, Miguel Bakun, entre outros. Ambas as salas somam aproximadamente 180 obras.
Quando: Luz – a partir de outubro/2017; Matéria – a partir de agosto de 2018. Terça a domingo, das 10h às 18h.
Onde: Museu Oscar Niemeyer - MON (Rua Marechal Hermes, 999 - Centro Cívico | Curitiba - PR)
Informações: (41) 3350-4400 | www.museuoscarniemeyer.org.br

---

As mãos que restauram o tempo

O quê: A exposição fotográfica homenageia a recém-inaugurada fachada da Biblioteca Nacional, bem como os 120 colaboradores – entre técnicos e operários –, que ao longo de 18 meses trabalharam na obra.
Quando: De 6/7 a 6/10. Terça a sexta-feira, das 10h às 16h30; sábados, das 10h30 às 14h30. Entrada franca.
Onde: Espaço Cultural Eliseu Visconti (Rua México, s/n | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: www.bn.gov.br

---

Raça, Classe e Distribuição de Corpos

O quê: Abordando a forma como aspectos ligados à cor da pele e à classe social distribuem os corpos no Nordeste, a exposição, com curadoria de Moacir dos Anjos, articula pinturas, gravuras, cartões postais, rótulos de cachaça e fotografias das décadas entre 1900-1940. Todas as peças da exposição são parte do acervo da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).
Quando: De 11/7 a 9/9.
Onde: Museu do Homem do Nordeste (Av. Dezessete de Agosto, 2187 | Recife – PE)
Informações: (81) 3073 6340 | www.fundaj.gov.br

 

Cursos e oficinas

Plano Museológico: implantação, gestão e organização de museus

O quê: Promovido pela Superintendência de Museus da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro (SEC/RJ) em parceria com a Prefeitura Municipal de Angra dos Reis, a oficina será ministrada pela museóloga Lucienne Figueiredo, mestre em Museologia e Patrimônio (Unirio/MAST) e assessora-chefe do Sistema Estadual de Museus (SIM-RJ).
Quando: Dias 12 e 13/9.
Onde: Centro Cultural Theophilo Massad (Praça Guarda Marinha Greenhalgh, s/n - São Bento | Angra dos Reis - RJ)
Informações: (24) 3367-1055

---

III Seminário do NEAP

O quê: Seminário do Núcleo de Estudos de Antropologia, Patrimônio, Memória e Expressões Museais. A programação inclui mesas redondas, comunicações de pesquisa, minicursos, oficinas e conferência.
Quando: De 19 a 22/9.
Onde: Museu Antropológico - UFG (Av. Universitária, 1166 - Setor Universitário | Goiânia – GO)
Informações: (62) 3209-6010 | www.museu.ufg.br

---

Organização e manutenção de áreas de guarda

O quê: Segundo módulo da oficina, promovida pelo Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM-SP), terá como tema "Higienização de acervos e confecção de embalagens".
Quando: Dias 12 e 13/9, das 9h às 17h. Inscrição gratuita (20 vagas).
Onde: Museu Histórico e Pedagógico Dr. Washington Luís (Praça Dr. Antonio Teodoro de Lima, s/n - Castelo | Batatais – SP)
Informações: (11) 3339-8111 | www.sisemsp.org.br