Boletim eletrônico Nº 712 - Ano XV - 19 a 26 de outubro de 2018

---

Museu Casa de Benjamin Constant completa 36 anos

????????????

O Museu Casa de Benjamin Constant, no Rio de Janeiro (RJ), completou na última quinta-feira (18) seus 36 anos de inauguração.

Situado na antiga residência do militar, professor e estadista Benjamin Constant (1836-1891), o museu reconstitui o ambiente familiar e o contexto sociocultural em que viveu uma das figuras mais importantes da história republicana brasileira.

Tombado pelo Patrimônio Histórico em 1958, o imóvel localizado no bairro de Santa Teresa encontra-se fechado à visitação pública desde o início de 2017 para obras de restauro integral que abarcam também seu edifício administrativo e parte da área verde em que a instituição está situada.

A obra, que encontra-se em estágio avançado, prevê recuperação de coberturas das edificações que compõem o conjunto arquitetônico da antiga chácara, revisão de esquadrias e de pisos e nivelamento de seu pátio central.

A intervenção inclui ainda diagnósticos de caráter geológico e arqueológico sobre o terreno. Em 2017, foi realizada prospecção com o objetivo de encontrar vestígios de antigo lago e de tanque utilizado para banhos externos, ambos mantidos pela família à época de Benjamin Constant. Com este objetivo, estudos arqueológicos foram realizados em dois pontos próximos à casa histórica com uso de ultrassom.

A equipe do museu, recentemente contemplado com uma versão da história de seu patrono em literatura de cordel, segue em atividade em ações como o Circuito Sítios Históricos da República e a parceria para conservação do acervo da Igreja Positivista do Brasil. Em 2017, o museu adquiriu retrato histórico de Benjamin Constant, que foi incorporado a seu acervo.

---

Museu Victor Meirelles recebe ciclo de debates Caminhos do Contemporâneo

caminhos do contemporaneo

O Museu Victor Meirelles, vinculado ao Ibram e situado em Florianópolis (SC), recebe nos dias 24, 25 e 26 de outubro, das 14h30 às 17h, o Ciclo de Debates Caminhos do Contemporâneo.

Sob o tema "Aproximações dialéticas entre ver, dizer e fazer no contemporâneo", o ciclo é promovido em parceria com o Laboratório Moda, Artes, Ensino e Sociedade do Centro de Artes (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc).

A proposta do evento é discutir, de maneira dialética, as comunicações não lineares entre o ver, o dizer e o fazer mediante as temáticas das artes, da moda e do ensino sensível contemporâneo, por meio de diferentes pesquisas e múltiplos olhares. Os convidados são Maria Cristina Volpi (EBA/UFRJ); Mara Rúbia Sant’Anna-Muller (Ceart/Udesc), Fátima da Costa Lima (PPGTT/Udesc); Maria Cristina Rosa da Silva Fonseca (PPGAV/Udesc), Márcia Ramos de Oliveira, Daniela Novelli (PPGH/Udesc), José Alfredo Beirão Filho (PPGMODA/Udesc); Giovana Bianca Darolt Hillesheim (PPGAV/Udesc), Joana Hretzer Brandenburg (PPGT/Udesc), Káritha Bernardo Macedo (PPGAV/Udesc – IFSC-GP), Noeli Moreira (Ceart/Udesc – IFSC-SMO) e Paula Correia (Ceart/Udesc).

Artisticidade no Tecido

O evento ocorre simultaneamente à exposição "Artisticidade no tecido – Articulações Estéticas entre Estampa e Bordado", que estará em cartaz no museu de 24 a 27 de outubro apresentando o trabalho manual realizado pelas artistas Paula Rodrigues e Tatiane Rebelatto.

Artisticidade é um termo que se refere à situação ou qualidade daquele que é artista. Os experimentos têxteis realizados pelas artistas Paula Rodrigues e Tatiane Rebelatto estabelecem discursos entre arte, design e moda, com temática voltada às imagens africanas. O trabalho é manual, artesanal e tem como suporte o tecido de algodão cru, que sofre interferências de tintas, de linhas e de pedrarias, resultando em peças coloridas, volumétricas, orgânicas e expressivas. No caso do trabalho da artista Paula, a base de suas obras são fotografias de tribos africanas que servem de referência para realizar seus registros bordados.

O Museu Victor Meirelles fica na Rua Rafael Bandeira, nº 41 - Centro, em Florianópolis (SC). Veja a programação  completa do Ciclo de Debates Caminhos do Contemporâneo.

---

Museu da República sedia encontro de pesquisadores em Artes Visuais do Rio de Janeiro

5encontro_republica

De 23 de outubro a 4 de novembro, o Museu da República/Ibram sediará o 5º encontro de pesquisadores dos Programas de Pós-Graduação em Artes Visuais do Rio de Janeiro, que abarca conferências, palestras e comunicações em torno do tema “Corpos e Territórios: Arte em Disputa”.

O Encontro pretende estimular a troca de experiências entre pesquisadores, docentes e discentes da área de artes e tem como finalidade fomentar o debate e o diálogo entre acadêmicos e profissionais, além de mapear a conjuntura atual da pós-graduação em artes no Estado do Rio de Janeiro, sua relação com contextos de outros estados brasileiros e o entendimento do local de disputa entre teoria, prática artística, educação em artes e sociedade em geral.

Sobre o tema

"Nos últimos anos, uma expressão largamente proferida pelas agências de arte tem sido 'moção de repúdio'. Repúdio – ao fechamento de exposições; à classificação etária em ambientes expositivos; aos projetos de lei que retiram as artes dos currículos de ensino; repúdio à censura. Em tempos como estes, as artes visuais têm sido atacadas por setores diversos da sociedade. Seja pela incompreensão, seja pela má fé; cabe ao meio de arte colocar-se em defesa e em combate", explicam os realizadores.

O evento 5º Encontro de Pesquisadores dos Programas de Pós-Graduação em Artes Visuais do Estado do Rio de Janeiro busca articular os acontecimentos recentes no contexto das artes visuais a partir das seguintes propostas: Arte em disputa: recepção e processos de visualidade; Arte em disputa: meios e institucionalização; Arte em disputa: estratégias e processos poéticos; Arte em disputa: educação.

Confira a programação completa do evento. Mais informações: 5encontroppgartesrj@gmail.com. O Museu da República fica na Rua do Catete, 153, no Rio de Janeiro (RJ).

---

Exposição no Museu Lasar Segall exibe seleção de desenhos do artista

MLS1636-min

O Museu Lasar Segall, em São Paulo (SP), inaugura neste sábado (20), às 15h, exposição que exibirá panorama de uma faceta menos conhecida do artista lituano naturalizado brasileiro (1889-1957): suas experimentações em desenho sobre papel.

Com curadoria de Giancarlo Hannud, diretor do museu, a mostra “O desenho de Lasar Segall” traz 55 desenhos dos mais de 2,4 mil que integram o acervo da instituição, revelando a inesgotável riqueza expressiva e técnica de sua produção.

Organizada a partir de uma cronologia flexível, a exposição apresenta lado a lado e de maneira não-hierárquica uma seleção de trabalhos, alguns assinados, outros estudos, exercícios acadêmicos e anotações visuais, no intuito de evidenciar as diversas formas e estratégias formais do artista.

Para o dia da abertura, o museu programa uma série de atividades paralelas que incluem palestra com a pesquisadora e curadora Regina Teixeira de Barros, às 13, e visita guiada com o curador e diretor Giancarlo Hannud. Às 15h, será aberta também feira de publicações promocionais do museu.

A exposição poderá ser visitada no Museu Lasar Segall (Rua Berta, 111 | São Paulo – SP) até 17 de junho de quarta a segunda-feira, das 11h às 19h. A entrada é gratuita.

---

Mostra reúne 10 artistas negros contemporâneos no Museu da Abolição

abolição

O Museu da Abolição, em Recife (PE), abre nesta sexta-feira (19) a exposição coletiva “Os da Minha Rua: Poéticas de R/existência de Artistas afro-brasileiros”. A mostra reúne a produção visual de dez artistas negros brasileiros contemporâneos, levantando questões sobre a cultura africana e a cultura afro-brasileira e questionamentos em relação ao lugar da negra e do negro em nossa sociedade.

A exposição foi concebida em 2016 quando a professora e pesquisadora Joana D’Arc Souza Lima realizava pesquisa sobre arte africana e se confrontou com a ausência do corpo negro em exposições, acervos, escolas, museus e na academia. Naquele momento, a pesquisadora se aproximou da artista negra paulista Rosana Paulino, que é também pesquisadora e ativista do movimento negro.

“Foi a partir desse estudo e dessa aproximação com a arte negra, e de um diálogo intenso com Rosana, que pensei em trazer para o Recife essa exposição”, explica a pesquisadora, que é curadora da mostra. “Escolhi artistas contemporâneos negros e negras que trabalham em diferentes dimensões das questões que subjazem ao tema da cultura africana e da cultura afro-brasileira, passando pela mitologia Yorubá, pelas religiosidades afro-brasileiras, pela crítica social, pela oralidade e ancestralidade, para ocupar esse espaço museológico”, completa.

Além de Rosana Paulino (SP), coletiva “Os da Minha Rua: Poéticas de R/existência de Artistas afro-brasileiros” traz obras em suportes diversos de Ana Lira (PE), Dalton Paula (GO), Edson Barrus (PE), Izidoro Cavalcanti (PE), José Barbosa (PE), Maré de Matos (MG/PE), Moisés Patrício (SP), Priscila Rezende (MG) e Renata Felinto (SP/CE).

A exposição tem abertura nesta sexta-feira (19) às 19h e fica em cartaz até 16 de dezembro (segunda a sexta, das 9h às 17; sábados, das 13h às 17h). O Museu da Abolição, que é vinculado ao Ibram, está situado na Rua Benfica, 1150 – Madalena, em Recife (PE).

---

Aberta chamada pública para intercâmbio internacional de curadores

header_pt_v6

A Associação Brasileira de Arte Contemporânea (ABACT), por meio do Projeto Latitude, realizado em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), abriu chamada pública para curadores interessados em participar de intercâmbio junto ao Getty Research Institute, instituição sediada em Los Angeles (EUA) e voltada à pesquisa na área de artes visuais.

A oportunidade se destina a brasileiros ou estrangeiros atuantes e residentes no Brasil há pelo menos cinco anos, com fluência em língua inglesa. Para o Intercâmbio de Curadores 2018/2019, o Getty Research Institute busca um candidato com pesquisa sobre arte contemporânea brasileira já em andamento e que apresente relação com um ou mais de seus acervos apontados aqui.

A pesquisa em andamento não precisa estar vinculada a uma instituição de ensino, podendo estar vinculada a uma instituição cultural e/ou ser uma pesquisa independente do candidato. O processo seletivo será feito por meio da análise de projetos, que devem ser inscritos no até o próximo dia 8 de novembro. O selecionado receberá remuneração pela pesquisa, passagens aéreas, hospedagem e seguro de viagem durante o tempo de estadia no exterior. O período de estadia para pesquisa é de oito semanas, com início em 8 de abril e término em 31 de maio de 2019. Para mais detalhes, leia o edital.

O Projeto Latitude – Platform for Brazilian Galleries Abroad, iniciativa da ABACT em parceria com a Apex-Brasil, objetiva promover internacionalmente a produção artística e intelectual brasileira, a difusão cultural, a capacitação técnica e o fortalecimento da relação de profissionais brasileiros atuantes nesta área com instituições no exterior.

Em dez anos de atuação, o número de empresas participantes do Latitude cresceu de 5 para 50. O volume das exportações das galerias do projeto Latitude vem crescendo significativamente: em 2007 foram exportados US$ 6 milhões e em 2015 atingiu-se um pico de quase US$ 70 milhões. De acordo com a ABACT, as galerias Latitude foram responsáveis por 41% do volume total das exportações do setor em 2016.

---

Profissionais de 12 países definem plano de atuação do Ibermuseus para 2019

44181448_2388657594507542_6227617109350809600_o

De 15 a 18 de outubro, mais de quarenta profissionais de 12 países da região ibero-americana estiveram reunidos em Buenos Aires (Argentina) na primeira edição da Semana Ibermuseus, destinada a definir as prioridades do programa para os próximos anos. Representantes do Ibram participaram do encontro.

Divididos em quatro mesas técnicas – Patrimônio, Formação e Capacitação, Sustentabilidade e Observatório Ibero-americano de Museus –, os especialistas revisaram os objetivos de cada linha de ação e avaliaram as ações desenvolvidas nos 10 anos de atuação do programa, buscando reestabelecer as estratégias para que o trabalho alcance um número ainda maior de museus e profissionais, além de fortalecer as políticas públicas para o setor nos países.

A Semana Ibermuseus foi a primeira vez que as reuniões das mesas técnicas foram realizadas todas ao mesmo tempo. Os representantes das linhas de ação trocaram informações e buscaram estabelecer projetos em conjunto para que Ibermuseus promova ações cada vez mais transversais. Saiba mais.

 

Agendas

Arte pra Sentir

O quê: Com curadoria de Isabel Sanson Portella, mostra reúne experiências estéticas criadas por seis artistas brasileiros que estimulam diferentes aspectos sensoriais no público visitante por meio do tato, da audição e do paladar. A exposição apresenta trabalhos multissensoriais dos artistas Carolina Ponte, Ernesto Neto, Flavio Cerqueira, Floriano Romano, OPAVIVARÁ! e Pedro Varela.
Quando: De 17/10 a 23/12. Terça-feira a domingo, das 9h às 21h. Entrada gratuita.
Onde: Caixa Cultural Brasília - Galeria Principal (SBS – Quadra 4 – Lotes 3/4 | Brasília – DF)
Informações: www.caixacultural.com.br

---

Caio Fernando Abreu – Doces Memórias

O quê: Exposição celebra os 70 anos de nascimento do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu (1948-1996), apresentando cartas, manuscritos e documentos da sua vida pessoal e profissional.
Quando: De 13/9 a 27/10. Entrada franca.
Onde: Museu Nacional Honestino Guimarães (Setor Cultural Sul Lote 02 – Esplanada dos Ministérios | Brasília – DF)
Informações: (61) 3325-5220 | www.cultura.df.gov.br/museu-nacional

---

Histórias afro-atlânticas

O quê: A exposição coletiva apresenta cerca de 400 obras de mais de 200 artistas de origem africana, pertencentes ao acervo do MASP e a coleções brasileiras e internacionais, incluindo desenhos, pinturas, esculturas, filmes, vídeos, instalações e fotografias, além de documentos e publicações, de arte africana, europeia, latino e norte-americana, caribenha, entre outras.
Quando: Até 21/10. Terça a domingo, das 11h às 20h.
Onde: Instituto Tomie Ohtake (Av. Brigadeiro Faria Lima, 201 – Pinheiros | São Paulo – SP )
Informações: www.institutotomieohtake.org.br

 

Cursos e oficinas

1º Fórum Fiocruz de Memória

O quê: Com o tema "Memória institucional, política e futuro", primeira edição do evento tem como objetivo promover a integração, o diálogo e o compartilhamento de experiências que permitam o aprimoramento de ações articuladas relacionadas à memória da Fiocruz.
Quando: Dias 24 e 25/10. Participação gratuita sem necessidade de inscrição prévia.
Onde: Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz (Av. Brasil, 4365 - Manguinhos | Rio de Janeiro - RJ)
Informações: forummemoria@fiocruz.br

---

Atuação do Ministério Público Federal na defesa do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

O quê: A série Conversas no Museu: recebe o procurador da República Sergio Gardenghi Suiama, do Ministério Público Federal/RJ. A palestra abordará questões relativas ao cotidiano do MPF na defesa do patrimônio histórico, relacionando os dispositivos legais e constitucionais que embasam essa atuação, bem como os aspectos práticos, com panorama de casos recentes.
Quando: Dia 25/10, das 15h às 17h. Entrada gratuita. Serão concedidos certificados.
Onde: Casa da Marquesa de Santos - Museu da Moda Brasileira (Av. Pedro II, 293 | Rio de Janeiro)
Informações: (21) 2216-8500 | funarj.comunica@gmail.com

---

II Encontro Interdisciplinaridades

O quê: Voltado para pesquisadores e interessados nas áreas de Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia, evento traz como tema em sua segunda edição "Reflexões sobre a preservação da memória, identidade social e patrimônio".
Quando: De 26 a 28/11. Submissão de trabalhos até 30/10.
Onde: Auditório Magno Valente (Escola Politécnica da UFBA | Salvador - BA)
Informações: 1eventocientifico2017@gmail.com

---

Preservação da Memória Institucional - Perspectivas e Interdisciplinaridades

O quê: O seminário reunirá gestores e especialistas do poder legislativo e de diversas instituições públicas brasileiras custodiantes de bens culturais (tais como bibliotecas, arquivos e museus), de forma a abrir canais de discussão técnica e científica sobre a preservação, o acesso e a fruição da memória institucional, em especial, da memória legislativa.
Quando: De 19 a 23/11, das 9h às 17h30.
Onde: Câmara dos Deputados (Palácio do Congresso Nacional - Praça dos Três Poderes | Brasília - DF)
Informações: www.camara.leg.br/eventos-divulgacao/evento?id=57096

---

1º Encontro Regional de Museus da Capital de São Paulo

O quê: O encontro tem por objetivo articular instituições museais e correlatas, profissionais, estudantes e entusiastas, para construção de uma rede de fortalecimento regional do setor, incentivando experiências e práticas colaborativas que possam apoiar a efetivação do Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP).
Quando: Dia 22/10, das 10h às 16h.
Onde: Auditório da Secretaria da Cultura do Estado (Rua Mauá, 51 – Luz | São Paulo – SP)
Informações: www.sisemsp.org.br | http://bit.ly/1ERMCapital