Boletim eletrônico Nº 734 - Ano XVI - 10 a 17 de maio de 2019

---

17ª Semana de Museus já tem programação iniciando neste fim de semana

Imagem_Boletim_ 17 SNM

Agendada oficialmente para acontecer no período de 13 a 19 de maio de 2019, a 17ª Semana Nacional de Museus já tem atividade programada a partir deste sábado (11). São 1.114 instituições culturais participantes das 5 regiões do país na temporada de eventos que celebra o Dia Internacional dos Museus (18 de maio).

Ao todo serão 3.222 eventos que vão desde mostras e oficinas, a visitas guiadas, debates e apresentações musicais, na programação da Semana Nacional de Museus promovida todos os anos pelo Instituto Brasileiro de Museus – Ibram.

Confira a programação completa da 17ª Semana Nacional de Museus e participe!

---

Museu Villa-Lobos inaugura a exposição “O Carnaval das Crianças Brasileiras”

Museu VillaLobos

No Rio de Janeiro, o Museu Villa-Lobos/Ibram inaugura nesta sexta-feira (10), às 16h, a exposição “O Carnaval das Crianças Brasileiras”, com curadoria da musicóloga Maria Alice Volpe, professora da pós-graduação da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ.

Um dos maiores patrimônios culturais do Brasil, o Carnaval ganhou destaque na vida e na obra de Heitor Villa-Lobos, que organizou o bloco “Sôdade do Cordão”, em 1940, além de criar obras inspiradas no universo de Momo, como “Carnaval de Pierrot” (1910), “Momoprecoce” (1929) e “Carnaval das Crianças” (1919/1920).

A exposição é realizada a partir da parceria com o Museu Nacional de Belas Artes (MNBA/Ibram), a Escola de Samba Mirim Pimpolhos da Grande Rio e o Núcleo de Arte Digital e Animação da PUC-Rio, que produziu uma animação sobre o tema, baseada nos personagens do Carnaval das Crianças.

17ª Semana de Museus

Integrando a programação da 17ª Semana Nacional de Museus – SNM, no dia 14 o Museu Villa-Lobos apresenta o concerto “O Carnaval das Crianças de Villa – Lobos”, com a pianista Elizabete Aparecida, as 14h. E durante toda a Semana, promoverá mesas-redondas sobre o tema “Samba e carnaval na obra de Heitor Villa-Lobos”.

No dia 17, às 15h30, oferece uma oficina de samba, com Lucas Campos, que será seguida da apresentação da Bateria da Pimpolhos da Grande Rio. Confira a programação do Museu Villa-Lobos para a 17ª SNM.

---

17ª Semana de Museus: o Museu da Inconfidência apresenta novidades

Museu da Inconfidencia

No dia 15 de maio, às 19h, o Museu da Inconfidência apresenta na Sala Manoel da Costa Athaíde uma nova exposição em celebração dos 230 anos da Conjuração Mineira, movimento embrionário que levaria o Brasil à Independência. Além disso, serão implantadas na exposição de longa duração novas etiquetas interativas com tecnologia QR Code, trazendo mais informações sobre o acervo aos visitantes.

De 13 a 21 de maio, sempre às 19 serão realizadas palestras sobre a cultura afro-brasileira em Minas Gerais, no período do ciclo do ouro, exibição de filmes comentados.

Não me Kahlo

No dia 18, o Museu oferece a Oficina de bordado “Não me Kahlo”. O objetivo da oficina é propor, criar e bordar novas falas possíveis a personalidades femininas que, através de sua arte e de suas ideias, tiveram relevância na história social. A partir do tema do livro “Pequeno guia de incríveis mulheres artistas que sempre foram consideradas menos importantes que seus maridos” (Editora Urutau/2018), as participantes vão fazer intervenções em fotografias impressas em tecido, conjugando imagem, discurso e bordado. Cinco exemplares do livro serão sorteados para os participantes da oficina.

Voltada para um público com faixa etária a partir de 16 anos e que já tenha noções de bordado, a Oficina “Não me Kahlo” será ministrada pela Coordenadora do Setor Educativo do Museu da Inconfidência, Christine Ferreira Azzi, no dia 18 de maio, das 9h às 17h. As inscrições para participar da atividade são gratuitas e limitadas, e devem ser através do e-mail educativodomuseu@gmail.com ou do telefone 3551-1378.

O Museu da Inconfidência/Ibram, fica na Praça Tiradentes, 139, no Centro de Ouro Preto (MG).

---

MHN tem visita gratuita e ampla programação para a Semana de Museus

acessibilidade tatil MHN

No Rio de Janeiro, o Museu Histórico Nacional (MHN/Ibram) propõe uma programação especial para a 17ª Semana Nacional de Museus: visitas mediadas, lançamento de cartão fidelidade, seminário e roda de conversa estão entre as atividades. Além disso, a entrada para a exposição “Rios do Rio: as águas doces cariocas ontem e hoje” será gratuita.

No dia 11, às 14h, acontece o Bonde da História “As faces do Brasil em 10 objetos” que percorre o circuito expositivo de longa duração e se detém em itens considerados de destaque para a história do país. Às 14h30, é a vez do Bondinho da História com o tema “Pinturas rupestres: cores, aroma, formas e texturas”, em que a educadora convidada Sueli Mendonça promoverá uma oficina na qual o público conhecerá alguns pigmentos utilizados pelos primeiros habitantes do nosso território nas pinturas rupestres e produzir sua própria criação.

No domingo (12) acontece o Bonde da História “A umbanda na história do Brasil”, uma das visitas mediadas mais populares entre jovens e adultos. A atividade conta com a presença de Jorge Santana, historiador e doutorando em Ciências Sociais da UERJ, também um dos diretores do documentário “Nosso sagrado” (2017, 31min.), que será exibido logo após a visita. A produção investiga a perseguição e o racismo religioso contra o candomblé e a umbanda, que foram criminalizadas na Primeira República e na Era Vargas. A edição especial do Bonde começa excepcionalmente às 13h. Às 15h, haverá o Bondinho da História “O mito yorubá: Oxalá na criação do mundo”. Voltado para crianças de 6 a 12 anos, a visita propõe uma outra versão da criação do mundo a partir da visão yorubá.

“O futuro das tradições”

No dia 13 (segunda), das 9h30 às 17h, acontece o Seminário “O futuro das tradições: construindo o Programa Educativo Cultural do MHN”, que traz para a perspectiva do museu o tema da 17ª Semana de Museus: “Museus como núcleos culturais – o futuro das tradições”. A mesa de abertura conta com a presença de Mila Chiovatto, coordenadora do Núcleo de Ação Educativa da Pinacoteca de São Paulo, e Fernanda Castro, educadora do MHN. A atividade é uma parceria com a Rede de Educadores em Museus do RJ e o projeto Museu de Ideias, voltada para profissionais de museus, educadores museais, pesquisadores, estudantes e interessados no tema.

No dia 15 de maio (quarta), das 14h às 17h, acontece a roda de conversa “O futuro das tradições: pessoas com deficiência e o direito à cultura”, voltada para profissionais da área cultural e pessoas com e sem deficiência interessadas no assunto, o encontro visa discutir a acessibilidade nos espaços culturais na contemporaneidade a partir de pessoas com experiência na área. A atividade terá intérprete de Libras.

No dia 18 de maio (sábado), às 14h, o Bonde da História tem como tema “10 objetos que fizeram nossa história”. Voltada para o público adulto, a atividade será acessível para pessoas com deficiência visual e auditiva. Às 15h, o Bondinho da História tem como tema “Do móvel ao automóvel”. Voltada para crianças de 3 a 10 anos, a visita mediada à exposição de meios de transporte terrestres conta com o auxílio do recurso de realidade aumentada.

Cartão fidelidade

No domingo (19), o Núcleo de Educação do MHN lança seu cartão fidelidade: a cada três participações em visitas mediadas, o usuário recebe brindes relacionados ao Museu Histórico Nacional. Neste dia, o Bonde da História tem como tema “A presença negra no acervo MHN”, às 14h. A visita aborda a presença da matriz africana e afro-brasileira na exposição de longa duração e a contribuição negra para a sociedade brasileira.

“Museólogo por um dia” é o Bondinho da História, às 15h. Voltada para crianças entre 5 e 10 anos, a atividade aproveita a passagem do Dia Internacional de Museus e busca estimular a curiosidade das crianças sobre a profissão de museólogo através de dinâmicas que simulam algumas das funções exercidas pelos profissionais de museus. Mais informações em http://mhn.museus.gov.br/

---

Museu da República lança cinco publicações na Semana de Museus

Museu da República 17 SNM

O Museu da República/Ibram tem programação na 17ª Semana Nacional de Museus para todos os públicos. De 13 a 19 de maio, o museu apresenta atividades inéditas incluindo seminários, novas exposições, festivais gastronômicos, palestras, entre outros.

No dia 13, às 18h30, o Museu da República realizará o Seminário “Haja hoje para tanto ontem - a fotografia no trânsito da história”, e no dia 14, também no mesmo horário, o seminário “Os efeitos do Movimento e do Corpo como primeiro patrimônio”.

Já no dia 15, às 16h o museu apresenta o sarau “Leitura de poesias de Abdias do Nascimento” e às 18h30 a mesa-redonda “Haja hoje para tanto ontem, O que a Abolição não aboliu", ambos sobre questões raciais no Brasil contemporâneo.

No dia 16, o museu inaugura a exposição "Palácio, Presidência, Museu", que mostra a 1ª etapa da nova exposição sobre a História do Palácio do Catete, desde sua fundação até tornar-se Museu da República.

E na tarde de sexta-feira (17), haverá o lançamento de cinco publicações do Museu da República seguida de mesa de autógrafos. As obras publicadas pelo museu partem do trabalho de pesquisadores da instituição e abordam de modo aprofundado peças do acervo, como os quadros “Compromisso Constitucional” e “A Pátria”, métodos museológicos, o jardim do Palácio do Catete, entre outros temas. Veja abaixo a lista de publicações que serão lançadas na data:

▪️ República em Documentos: série documentos arquivísticos nº 2. Documentos Cartográficos.
▪️ República em Documentos: série documentos museológicos nº 2. Compromisso Constitucional.
▪️ República em Documentos: série documentos museológicos nº 3. A Pátria.
▪️ República em Documentos: série documentos museológicos nº 4. Coleção de Alegorias.
▪️ República em Documentos: série documentos museológicos nº 5. Jardim Histórico do Museu da República.

O Museu da República fica na Rua do Catete, 153 – Catete, No Rio de Janeiro (RJ). Veja a programação completa da 17ª Semana Nacional de Museus no Museu da República.

---

Museu Victor Meirelles participa da Semana de Museus com oficina de stop-motion e mediações

Victor Meirelles 2

Dentro da programação da 17ª Semana Nacional de Museus, o Museu Victor Meirelles (MVM/Ibram) oferecerá duas mediações especiais para crianças e turmas escolares e oficina de roteiro e stop-motion direcionada a membros do Centro de Atenção Psicossocial de Florianópolis.

Tanto a mediação especial "Tradições Artísticas na Arte Brasileira do Século XIX: O artista Victor Meirelles" como a "Histórias do Victor" exigem inscrição prévia pelo e-mail mvm.educativo@museus.gov.br e acontecem na exposição em cartaz "A Casa da Porta Verde", que conta a trajetória do pintor Victor Meirelles, sua relação com Florianópolis e a casa onde residiu.

A primeira, direcionada a turmas escolares durante o horário de funcionamento do Museu, apresentará a história do artista e suas influências, como o Neoclassicismo e o Romantismo. Já a mediação especial "Histórias do Victor" tem foco em crianças entre sete e nove anos de idade e ocorre no dia 15 de maio, quarta-feira. As pinturas do artista serão trabalhadas de forma lúdica e teatral, com contação de histórias.

Por fim, a oficina de Roteiro e Stop-Motion receberá frequentadores do Centro de Atenção Psicossocial de Florianópolis na tarde de 16 de maio, quinta-feira, com o objetivo de criar um roteiro a partir de ideias coletivas dos participantes, considerando-se questões técnicas como iluminação e posição de câmera.

O Museu Victor Meirelles está funcionando provisoriamente na Rua Rafael Bandeira, nº 41, no Centro de entro – Florianópolis (SC). Mais informações em http://museuvictormeirelles.museus.gov.br/

Foto: Exposição “A Casa da Porta Verde”, por Cláudia Klock/ Divulgação: Ascom Museu Victor Meirelles /Ibram.

---

FVA 2018 encerra dia 20 de maio. Não deixe para a última hora!

prorrogado 20 de maio

Museus de todo o Brasil têm até o dia 20 de maio para preencher o Formulário de Visitação Anual – FVA 2018.

Para acessá-lo, basta entrar no Mapa dos Museus disponível na Plataforma Museusbr, localizar a sua instituição através da ferramenta de busca, e clicar no ‘Nome do Museu’ que aparecerá na caixa de texto à esquerda da página.

Depois disso, é só atualizar a página do museu, entrando na aba do FVA e preencher os campos do formulário, clicando em ‘Próximo’ até o final do preenchimento e depois em ‘Enviar’.

Conforme determinado na Lei nº 11.904/2009 e no Decreto nº 8.124/2013, o FVA é um instrumento importante para a coleta de informações sobre a visitação nos museus brasileiros seja feita de maneira padronizada e organizada.

Acesse o passo a passo para preencher o Formulário de Visitação Anual e não deixe para a última hora! Tais informações são essenciais para o monitoramento de diretrizes, estratégias, ações e metas estabelecidas em políticas públicas e para o desenvolvimento do setor.

 

Agendas

Chamada para exposições no MON em 2020

O quê: O Museu Oscar Niemeyer – MON abre chamada para exposições a serem realizadas no ano de 2020. As propostas serão avaliadas pelo Conselho Cultural do MON e os projetos expositivos podem ser realizados de acordo com as categorias de “Plano Anual”, “Ocupação de Espaço” ou “Parceria Institucional”, conforme descrito na Política de Exposições do MON disponível para consulta. Interessados devem enviar suas propostas através do link: http://museuoscarniemeyer.org.br/institucional/expor
Quando: Até 24 de maio
Onde: Museu Oscar Niemeyer (Rua Marechal Hermes, 999 | Curitiba – PR)
Informações: www.museuoscarniemeyer.org.br

---

Exposição “Anna Bella Geiger – Aqui é o centro”

O quê: Com 20 emblemáticas obras de Anna Bella Geiger (Rio de Janeiro, 1933) pertencentes ao acervo do MAM Rio, em curadoria de Fernando Cocchiarale e Fernanda Lopes. Realizados nas décadas de 1960, 1970, 1980 e 1990, todos os trabalhos revelam o interesse da artista pela construção do espaço, além das noções de história, fronteira, centro e periferia. Em paralelo à mostra, a artista faz uma releitura da “Circumambulatio”, realizada no MAM Rio em 1972.
Quando: 11 de maio a 7 de julho. De terça a sexta, das 12h às 18h. Sábado, domingo e feriado, das 11h às 18h.
Onde: Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (Av. Infante Dom Henrique, 85. Parque do Flamengo – Rio de Janeiro)
Informações: 21. 3883.5600   -    www.mamrio.org.br

---

Abertura da exposição “Estamos aqui! Relevos no Horizonte do Acervo do MAC”

O quê: A mostra destaca a importância das artistas mulheres, reunindo o trabalho de onze artistas do acervo e quatro convidadas. A inauguração contará com uma performance de Erica Storer Araújo, que expõe a obra "Tudo ou Nada".
Quando: 15 de maio, às 19h
Onde: Museu de Arte Contemporânea do Paraná (Rua Marechal Hermes, 999 – salas 8 e 9) - Temporariamente, em função da reforma em sua sede, o MAC-PR está funcionando nas dependências do Museu Oscar Niemeyer.
Informações: (41) 3321 4739 | 3321 4729   -   imprensa@seec.pr.gov.br

---

I Ciclo de Diálogos Literatura e Feminismos - 1ª Edição

O quê: O I Ciclo de diálogos Literatura e Feminismos é uma ação promovida pelo Grupo de Estudos em Literatura, Arte e Cultura (UFVJM/CNPq) com o objetivo de incentivar a troca de experiências coletivas entre a comunidade a partir da leitura, apresentação e discussão de obras literárias e teóricas pertinentes ao tema proposto, através de roda de conversas e acolhimento ao público interessado. Além da busca por uma aproximação persistente entre os conhecimentos produzidos pela academia e as demandas emergentes da sociedade, os objetivos dos Ciclos envolvem o incentivo à leitura e à formação crítica do público leitor da cidade e da região a partir da troca de experiências sensíveis aos temas propostos, colocando as produções estéticas e literárias em diálogo com as questões éticas, com os direitos humanos e com os problemas e inquietações de nosso momento histórico.
Quando: 11 de maio, às 15h
Onde: Museu do Diamante/Ibram (Rua Direita, 14 – Centro – Diamantina/MG)
Informações: (38) 3531-1382  -   museudodiamante@museus.gov.br

 

Cursos e oficinas

Seminário "Acervos Culturais na Rede: Perspectivas para os museus e a Museologia"

O quê: O seminário reunirá museólogos, pesquisadores e a sociedade para discutir as possibilidades e desafios da construção de acervos em rede, em especial, a partir das experiências do projeto Tainacan em instituições culturais do país. O evento terá palestras, mini-cursos, apresentação de estudos de caso e grupos de trabalho, focados nas possibilidades e experiências na implantação de acervos digitais e estratégias de utilização destes acervos por museus.
Quando: 29 a 31 de maio
Onde: Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS
Informações: http://memoriamslufrgs.online/acervosculturaisnarede/

---

Congresso Regional de Cultura (CORCULT)

O quê: O CORCULT reunirá três eventos: II Encontro de Cultura do IFFluminense, II Fórum de Gestão Cultural das Instituições de Ensino Superior da Região Sudeste e o III Festival do Fórum Interuniversitário de Cultura (FestFIC).
Quando: até 13 de maio – período para submissão dos resumos. O Congresso acontecerá entre os dias 12 e 14 de junho.
Onde: Instituto Federal Fluminense - Campus Cabo Frio
Informações: http://corcult.iff.edu.br/

---

Workshop Internacional Espaços de Memória e Cultura: Cidades, Direitos Humanos e Futuros Sustentáveis.

O quê: Como museus, espaços de memória e cultura podem promover diálogos a respeito dos direitos humanos, da cidadania e da diversidade nas cidades? O evento discutirá como as cidades e os espaços urbanos, através do trabalho de museus, patrimônios e cultura, podem estimular diálogos sobre questões sociais urgentes, pela presença de diferentes narrativas, bem como de diferentes modos de engajamento dos cidadãos. Ao final, serão apresentadas formulações coletivas de recomendações, diretrizes e métodos de campo destinados a promover as melhores práticas eticamente responsáveis dos museus e espaços de cultura e memória.
Quando: até 28 de maio – inscrição no Processo Seletivo. O Workshop acontecerá entre os dias 01 e 06 de julho.
Onde: Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar. Bela Vista - São Paulo.
Informações: centrodepesquisaeformacao.sescsp.org.br