Boletim eletrônico Nº 749 - Ano XVI - 23 a 30 de agosto de 2019

---

Inscrições para a 13ª Primavera dos Museus prorrogadas até 1° de setembro

Inscrições prorrogadas - primavera

As inscrições para a 13ª Primavera dos Museus foram prorrogadas até dia 1° de setembro. Instituições interessadas em participar devem fazer as inscrições por meio do formulário disponível no site do Ibram. 

A 13ª Primavera de Museus, que será realizada de 23 a 29 de setembro, tem como tema “Museus por dentro, por dentro dos museus”. O conteúdo permite explorar os aspectos do cotidiano museológico aplicados aos diversos métodos aos quais as coleções são submetidas no constante processo de formação, organização, conservação e exposição para interação e fruição pelas pessoas ou grupos sociais.

Dicas de ações a serem desenvolvidas, sugestões de como realizar parcerias e dúvidas relacionadas à Primavera dos Museus por meio dos telefones (61) 3521-4135 e 3521-4142 ou do e-mail primavera@museus.gov.br .

 

---

Museu da República sedia o VII Seminário de Museologia Experimental

Seminario de museologia experimental

De quarta-feira (21) até hoje (23), o Museu da República/Ibram em parceria com o Grupo de Pesquisa Museologia Experimental e Imagem (MEI), da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), e o Museu das Remoções, no Rio de Janeiro, realizam o “VII Seminário de Museologia Experimental”. O tema da sétima edição é “Políticas públicas para os museus e a cultura: resistências em diálogo”.

Na abertura do evento (21), o diretor do Museu da República, Mário Chagas, e o professor Bruno Brulon salientaram a importância do seminário no atual momento do país. Na ocasião, Mário Chagas participou da mesa “Política Públicas: universos plurais” com a vice-presidente do Grupo Arco íris de cidadania LGBTI, psicóloga e assistente social, Marcele Esteves.

A mesa abordou o contexto histórico das políticas públicas, a questão do racismo, do machismo, do sexismo, da LGBTfobia e os desafios de construção de políticas públicas com a maior participação da sociedade civil.

A última mesa do dia 21, que teve como tema “Museologia e políticas da cultura: entre teorias e práticas”, foi composta pelos professores Marília Cury Xavier, do Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo; Glauber de Lima, da Universidade de Goiás e Gleice Kelly Heitor, da Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Os participantes relataram experiências em projetos de que participam nesse contexto de teorias e práticas dentro da área cultural.

Ontem (22), os participantes do seminário foram ao Museu das Remoções, espaço a céu aberto localizado na zona oeste do Rio de Janeiro, para debaterem sobre o tema “ Cartografia da resistência: memória, território e luta”. Participaram do debate Alexandro Silva de Jesus, da Universidade Federal de Pernambuco; Vladimir Sibylla, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio); Sandra Maria Teixeira, do Museu das Remoções e Carlos Tukano, da Associação Indígena Aldeia Maracanã (AIAM).

Hoje (23), a programação do seminário retornou ao Museu da República por meio da roda de conversa sobre o tema “Políticas da diversidade: memória, orgulho e visibilidade”. Participaram da mesa: Cláudio Nascimento, do Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT;  Rita Colaço, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ);  Márcio Caetano, da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e  Yuri Fernandes, do Projeto Colabora.

Ao fim do evento, ocorreu um debate sobre o tema “Cidadania e afetividade: uma outra forma de se pensar política”, assim como a exibição do documentário “LGBT+60: corpos que resistem”, que descreve como idosos LGBTs vêm superando a intolerância e eternizando suas conquistas.

Museu da República funciona de terça a sexta-feira, das 10h às 17h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h.

---

Museu Histórico Nacional participa da exposição ‘História das mulheres: artistas até 1900’

Pintura do soldado - MHN

Hoje (23), o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp) dá início à exposição “História das mulheres: artistas até 1900” que tem o objetivo de reposicionar obras de artistas que trabalharam até o fim do século 19 e discutir a diferença de valor entre o universo masculino e o feminino e também entre arte e artesanato.  A mostra, disponível no Masp, poderá ser visitada até 17 de novembro. Informações sobre a exposição podem ser obtidas aqui.

Segundo a curadora de arte moderna e contemporânea do Masp, Julia Bryan Wilson, uma das características fortes da mostra é o diálogo que se estabelece entre pinturas e têxteis. Com 60 pinturas, 2 desenhos e 34 tecidos de diferentes épocas e origens, a exposição destaca trabalhos para além das categorias tradicionais das belas artes, procurando oferecer perspectivas mais amplas e mais plurais. Embora não se conheça o nome das artistas têxteis, todas as peças expostas foram produzidas por mulheres.

O Museu Histórico Nacional/Ibram participa da exposição com o óleo sobre tela “Soldado do Primeiro Batalhão de Infantaria do Exército”, pintado por Maria Emília Campos em 1895. De acordo com o Museu, pouco se sabe sobre a tela e a sua autora, entretanto a unidade museológica possui outros trabalhos da artista no acervo. Ambos realizados no ano de 1895 retratam soldados fardados no período republicano.

Conheça os detalhes da obra “Soldado do Primeiro Batalhão de Infantaria do Exército” na plataforma http://bit.ly/2yLIt6u

---

Nova diretora do Museu de Arte Religiosa e Tradicional toma posse

Carla Renata Gomes

Na segunda-feira (19) a nova diretora do Museu de Arte Religiosa e Tradicional (MART/Ibram), Carla Renata Antunes de Souza Gomes, entrou em exercício no cargo da unidade museológica que integra a rede do Instituto Brasileiro de Museus, após aprovação em processo seletivo realizado através do Chamamento Público Nº 2, publicado pelo Instituto em março deste ano.

Natural do município de Butiá, na região metropolitana de Porto Alegre (RS), Carla Renata Gomes possui graduação em História, pela Universidade de Caxias do Sul (2002), Museologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - URGS (2013), além de mestrado (2006) e doutorado (2012) em História pela URGS.

Atuou em projetos culturais na Surya Projetos e prestou consultoria nos projetos de gestão do acervo e de requalificação do Museu Arqueológico do Rio Grande do Sul, do inventário do Acervo Museológico de Pinhal da Serra, do acervo do Museu da Brigada Militar, do acervo da Catedral do Pelotas, Parque Arqueológico do Homem do Planalto das Araucárias.

Carla Renata também lecionou na Universidade La Salle e na Faculdade de Tecnologia da Serra Gaúcha, nas disciplinas do História, Teoria e Legislação de Conservação e Restauro, entre outras.

---

Comissão debate políticas voltadas para o setor cultural

audiencia publica

O Presidente do Instituto Brasileiro de Museus - Ibram, Paulo Amaral, participou da Audiência Pública promovida na quarta-feira (21) pela Comissão de Cultura na Câmara dos Deputados, sobre o papel das entidades vinculadas na implementação e a preservação das políticas culturais.

Também foram convidados para o debate o diretor do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Andrey Rosenthal Schlee; o presidente da Fundação Cultural Palmares, Vanderlei Lourenço; o assessor para Assuntos de Política Museológica na Unidade Casa de Oswaldo Cruz da Fiocruz, José do Nascimento Jr.; e o gestor cultural Hilton Cobra.

Assista a Audiência Pública na íntegra.

 

Agenda

 

6°Congresso Internacional de Educação e Acessibilidade em Museus e Patrimônio

O quê: O 6° Congresso Internacional de Educação e Acessibilidade em Museus e Patrimônio (Cieamp) está com inscrições abertas. O evento reúne conferencistas brasileiros e estrangeiros em uma programação que inclui mesas-redondas e sessões de comunicação oral para tratar de temas de educação e acessibilidade em museus e ao patrimônio histórico. As inscrições são de 20 de agosto a 20 de setembro de 2019.  Sediado pela primeira vez no Brasil, o Cieamp é resultado de uma parceria entre o IEB/USP, o instituto ltaú Cultural e o Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP).
Quando: 27 a 29 de novembro
Onde: Museu de Arte Moderna de São Paulo (Parque Ibirapuera - Av. Pedro Álvares Cabral, s/n° - Vila Mariana | São Paulo – SP)
Informações:  http://bit.ly/2MtieuD

---

62ª Jornada Republicana no Museu da República

O quê: O Museu da República e a Associação de Repórteres Fotográficos Cinematográficos do Rio de Janeiro realizam a 62ª Jornada Republicana com imagens de momentos e eventos que marcaram a trajetória social e política do Rio de Janeiro e do país, entre 1961 a 1991.
Quando: 27 de agosto, das 18h30 às 20h30
Onde: Auditório Apolônio de Carvalho (Rua do Catete, 153 | Rio de Janeiro – RJ)
Informações: https://www.facebook.com/museudarepublica/

 

Cursos e Oficinas

 

Oficina Documentação Museológica

O quê: A Superintendência de Museus (SMU) da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa/RJ (Secec/RJ) por intermédio do Sistema Estadual de Museus (SIM-RJ) promove a oficina técnica “Documentação Museológica”. Os objetivos da oficina são abordar os campos para identificação do acervo, a indexação para recuperação e pesquisa em rede e a digitalização e preservação digital.
Quando: 27 e 28 de agosto
Onde: Fundação Dom João VI (Praça Getúlio Vargas,71, Centro | Nova Friburgo – RJ)
Informações:  https://forms.gle/jei3WNTe74div7TLA

 

---