Boletim eletrônico Nº 750 - Ano XVI - 30 de agosto a 06 de setembro de 2019

---

Instituições têm até o dia 1°de setembro para participar da 13° Primavera dos Museus

Inscrições prorrogadas - primavera

Museus, instituições de memória, espaços e centros culturais brasileiros  interessados em participar da 13ª Primavera dos Museus devem fazer as inscrições até o dia 1º de setembro (domingo) por meio do formulário disponível http://eventos.museus.gov.br/.

A 13° Primavera de Museus, que será realizada de 23 a 29 de setembro, tem como tema “Museus por dentro, por dentro dos museus”. O conteúdo permite explorar os aspectos do cotidiano museológico aplicados aos diversos métodos aos quais as coleções são submetidas no constante processo de formação, organização, conservação e exposição para interação e fruição pelas pessoas ou grupos sociais. Clique aqui para fazer o download do kit digital da 13° Primavera dos Museus.

Dicas de ações a serem desenvolvidas, sugestões de como realizar parcerias e dúvidas relacionadas à Primavera dos Museus por meio dos telefones (61) 3521-4135 e 3521-4142 ou do e-mail primavera@museus.gov.br

---

Ibram publica anais do Seminário 200 Anos de Museus no Brasil: desafios e perspectivas

Anais 200anosMuseusBrasil

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) disponibilizou hoje os anais do Seminário 200 Anos de Museus no Brasil: desafios e perspectivas, realizado entre os dias 30 de julho e 3 de agosto de 2018, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB RJ).

A publicação apresenta os resumos e textos das participações dos convidados que integraram a programação do evento que reuniu cerca de 300 pessoas, entre estudantes, representantes e profissionais da área museológica de todo o país, promovendo um amplo debate sobre o percurso histórico de constituição e de consolidação dos museus brasileiros em toda sua diversidade e abrangência.

Acesse aqui a publicação.

---

Museu Nacional de Belas Artes inaugura a mostra “Entre o acervo e o estúdio”

A reserva - corona

No sábado (31), o Museu Nacional de Belas Artes (MNBA/Ibram) irá inaugurar a mostra da artista gaúcha, Marilice Corono, “Entre o acervo e o estúdio”. De acordo com a artista, a seleção das 32 obras que integram a exposição foi determinada pelo estudo dos gêneros, pelo caráter autorreferencial da maior parte das imagens, pela qualidade que apresentam e por aspectos afetivos e pessoais.

Na exposição, algumas pinturas tornaram-se significativas, como a publicação “Iniciação a Pintura” (1976) de um dos pioneiros da restauração no país, Edson Motta, professor de teoria, técnica e conservação da pintura na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) entre os anos de 1945 e 1980 e autor de livros essenciais para a formação da artista.

Com carreira iniciada na década de 1990, Corono já integrou mostras coletivas em vários estados do Brasil. Desde 2005, a artista realiza projetos de exposição que têm como tema o próprio espaço onde as obras são apresentadas. Além de artista visual, ela é professora de pintura do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

A mostra “Entre o acervo e o estúdio” está disponível no MNBA de 31 de agosto até 1° de dezembro de 2019. Mais informações sobre a exposição aqui.

---

Museu Histórico Nacional recebe evento de educação gráfica

evento de design - MHN

Entre os dias 24 a 27 de setembro, o Museu Histórico Nacional (MHN/Ibram) vai oferecer o espaço para a abertura do evento “International Conference on Graphics Engineering for Arts and Design", mais conhecido como GRAPHICA. A abertura do evento será dia 24 no MHN, o andamento das atividades no Colégio Pedro II  e o encerramento na Casa Firjan, localizada no bairro Botafogo (RJ).

A Conferência Internacional configura-se como um evento promovido pela Associação Brasileira de Expressão Gráfica (ABEG), que tem como público-alvo professores, profissionais e estudantes de Arquitetura, Design, Engenharia, Desenho, Matemática e áreas afins.

Partilhando do mesmo pensamento, a comissão de organização e o comitê científico desta nova edição do GRAPHICA colocam, como prioridade, integrar a educação gráfica na formação contemporânea, sugerindo temas que priorizam a pesquisa e a realização de projetos inovadores sobre a sustentabilidade, suas aplicações, conexões e interfaces entre o pensamento gráfico e as tecnologias.

Inscrições e informações sobre o evento podem ser obtidas aqui. 

---

Aberta a seleção de representantes da sociedade civil para o CNPC

vota-cultura-proposta-4-768x420_quadrado

A Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania iniciou o processo de seleção de representantes da sociedade civil para integrar o Plenário do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC). O extrato do edital para a escolha dos membros foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) do dia 12 de agosto. As inscrições poderão ser feitas até 12 de setembro, por meio do site cnpc.cultura.gov.br/votacultura.

Principal órgão consultivo para a formulação de políticas culturais do Ministério, o CNPC foi remodelado em junho deste ano. Com a publicação da Medida Provisória nº 870, de 1º de janeiro de 2019, e do Decreto 9.759, de 11 de abril de 2019, foram realizadas adaptações que culminaram com a nova proposta do CNPC, publicada no DOU em 28 de junho deste ano, a fim de garantir a sua permanência e a retomada das atividades.

O conselho será composto por 36 representantes, sendo 18 do poder público, 18 da sociedade civil. Atualmente, 25 estados, o Distrito Federal e 2.656 municípios aderiram formalmente ao SNC e já constituíram ou estão constituindo seus sistemas de cultura, tendo os conselhos culturais como componente obrigatório. Saiba mais sobre a seleção.

Confira o edital, retificação do edital e a cartilha do Vota Cultura.

 

Agenda

Tinta sobre tinta: acervo do MAM no Instituto CPFL

O quê: Com acervo do Museu de Arte Moderna de São Paulo, mostra reúne 35 obras de artistas como Iberê Camargo, Leda Catunda, Paulo Pasta, Tomie Ohtake, entre outros, e evidencia a herança da pintura impressionista no Brasil, assim como trabalhos de pintores que deram tratamentos diferentes à exploração das tintas, com obras que datam entre 1935 e 2012. Entrada gratuita.
Quando: de 07/08 a 30/11/2019. De segunda e terça-feira, das 9h às 18h. De quarta a sexta-feira, das 9h às 19h, e aos sábados e feriados, das 10h às 16h.
Onde: Instituto CPFL (R. Jorge Figueiredo Corrêa, 1632 – Chácara Primavera | Campinas – SP)
Informações: (19) 3756-7060 | monitoriainstitutocpfl@gmail.com

---

Ciclo de Diálogos Literatura e Femininos

O quê: O Grupo de Estudos em Literatura, Arte e Cultura, da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), organiza a 4ª edição do “I Ciclo de Diálogos Literatura e Femininos”. O evento possibilita incentivar a leitura e a formação crítica do público leitor em Diamantina a partir da troca de experiências entre literatura e sociedade. O evento, que é gratuito, conta com a presença da autora do livro “Calibã e a bruxa: mulheres, corpo e acumulação primitiva”, Fernanda Valim.
Quando: 31 de agosto às 15h
Onde: Museu do Diamante (Rua Direita, 14 – Centro | Diamantina - MG)
Informações: http://bit.ly/2ZfqSn7

 

Cursos e Oficinas

Uma história da arte no Brasil

O quê: O Museu Lasar Segall promove o curso “Uma história da arte no Brasil”. O evento, que tem o objetivo de compreender a arte produzida no Brasil, abordará as transformações vividas pelo ambiente artístico brasileiro a partir da década de 1950. Serão contempladas as diversas versões de Brasil que emergem da obra dos artistas europeus transplantados para os trópicos ao longo das três primeiras centúrias, as dos viajantes que registraram o país no século XIX, assim como a criação em forma visual dos mitos nacionais pelos artistas formados pela Academia Imperial de Belas Artes.
Quando: 17 de agosto a 14 de dezembro. Sábados, das 11h às 13h
Onde: Museu Lasar Segall (Rua Berta, 111 - Vila Mariana, São Paulo|SP)
Informações: http://bit.ly/2Zkl33N

---

O Mangue de Lasar Segall

O quê: O Museu Lasar Segall organiza o curso “O Mangue de Segall, entre amigos poetas e uma rima rara”. Com seus prostíbulos, bares e cabarés, o mangue exerceu atração sobre os diversos artistas. Segall lançou o álbum Mangue em 1944, com reproduções de desenhos realizados entre os anos 1925 e 1943. Nas obras sobre a prostituição, Segall volta-se, sobretudo, para questões sociais, preocupa-se com a situação de solidão e miséria. Retrata os ambientes como observador atento e não como um cliente, um usuário. As inscrições para o curso estão abertas e devem ser feitas na recepção do museu ou pelo e-mail acamls@acamls.org.br.
Quando: 21 de setembro, das 11h às 13h
Onde: Museu Lasar Segall (Rua Berta, 111 | São Paulo - SP)
Informações: www.mls.gov.br

---